Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Edição impressa de 24/07/2019. Alterada em 24/07 às 03h00min

União entre Direito e Contabilidade

As Ciências Jurídicas e as Ciências Contábeis se relacionam em múltiplos aspectos das suas atividades profissionais. Em "Direito e Contabilidade - Fundamentos do Direito Contábil", Edison Carlos Fernandes analisa ambas e explica, ao longo do decorrer das ideias, por que direito e contabilidade são ciências que devem andar lado a lado para organizar as relações empresariais.
As Ciências Jurídicas e as Ciências Contábeis se relacionam em múltiplos aspectos das suas atividades profissionais. Em "Direito e Contabilidade - Fundamentos do Direito Contábil", Edison Carlos Fernandes analisa ambas e explica, ao longo do decorrer das ideias, por que direito e contabilidade são ciências que devem andar lado a lado para organizar as relações empresariais.
Na publicação, Fernandes defende que a atividade econômica delimita e norteia a elaboração das demonstrações contábeis. Dessa forma, a construção de uma relação harmoniosa entre os dois setores - e seus benefícios - é analisada ao longo da obra. Nessa relação, o autor identifica as questões pertinentes entre o espaço mútuo que as duas ciências ocupam na realização de suas funções dentro de uma empresa. Além disso, Fernandes pontua essa ligação entre as áreas, expondo os deveres e objetivos de cada segmento no dia a dia da empresa.
Com base na peça escrita por William Shakespeare, O mercador de Veneza, o autor transforma a publicação voltada para a técnica, com artifícios da literatura - que o tornam mais agradável. Como pano de fundo na construção da história, Fernandes ilustra a relação entre o direito comercial e a contabilidade, para além dos limites empresariais, mas também dentro dele. Ainda, a leitura apresenta um painel completo sobre a evolução do capitalismo e as relações jurídicas e financeiras que determinaram as decisões empresariais e, certamente, o mundo como é hoje.
Edison Fernandes é advogado, pós-graduado em Direito Tributário e em Política Internacional, mestre em Direito Político e Econômico e doutor em Direito das Relações Econômicas Internacional. No decorrer das suas 168 páginas, Fernandes utiliza sua experiência e conhecimento para apresentar a sistematização dos dispositivos normativos que tratam das demonstrações financeiras, caracterizado na ideia do direito contábil. O livro é indicado para todos os profissionais das áreas de Ciências Jurídicas e Ciências Contábeis, bem como outros interessados na temática.
  • Direito e Contabilidade - Fundamentos do Direito Contábil; Edison Carlos Fernandes; Trevisan; 168 páginas; R$ 52,00
leia mais notícias de Contabilidade
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia