Porto Alegre, segunda-feira, 24 de maio de 2021.
Dia Nacional do Café.
Porto Alegre,
segunda-feira, 24 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Responsabilidade Social

- Publicada em 20h31min, 23/05/2021.

WimBelemDon se adapta para manter atividades

Kits de higiene, cestas básicas, cartão de alimentação, pães e roupas são distribuídos na sede do projeto

Kits de higiene, cestas básicas, cartão de alimentação, pães e roupas são distribuídos na sede do projeto


/Rafael Bernardes/Divulgação/JC
João Pedro Rodrigues
Tradicional na zona Sul de Porto Alegre, o Projeto WimBelemDon chegou ao seu 20º ano de atuação com o desafio de dar continuidade ao seu trabalho em meio à pandemia.
Tradicional na zona Sul de Porto Alegre, o Projeto WimBelemDon chegou ao seu 20º ano de atuação com o desafio de dar continuidade ao seu trabalho em meio à pandemia.
Desde março de 2020, o projeto tem buscado adaptar as suas atividades à nova realidade, passando a realizar, também, a distribuição mensal de cestas básicas e kits de higiene para as famílias dos seus educandos.
Criado no ano de 2000, o WimBelemDon tem o objetivo de promover a inclusão de crianças e adolescentes em situação de risco e/ou vulnerabilidade social para fomentar o desenvolvimento integral de cada educando e estimular o seu protagonismo.
Fazendo uma referência ao famoso torneio de tênis, Wimbledon, e ao bairro onde está localizado, Belém Novo, o projeto social oferece oficinas socioemocionais, pedagógicas, culturais e grupos de psicologia, promovendo transformações individuais e sociais.
Durante a pandemia, boa parte deste trabalho tem sido feito de forma remota, garantindo aos jovens a oportunidade de se manterem conectados ao projeto. São realizadas, por exemplo, aulas de cinema, com a disponibilização de filmes e, depois, debates acerca deles e até mesmo aulas de cerâmica. "Em uma das distribuições mensais, nós conseguimos uma doação de argila.
Assim, a professora de cerâmica mandou um vídeo com sugestões de técnicas, e os alunos tinham que mandar uma foto ou um vídeo do trabalho que fizeram", conta o fundador e superintendente do projeto, Marcelo Ruschel.
Dessa forma, além das entregas padrões de cestas básicas e kits de higiene, o WimBelemDon costuma distribuir outros produtos doados por empresas parceiras. Assim como a argila, o grupo também já recebeu jogos para serem destinados às famílias. "Nós temos a preocupação de não fazermos um assistencialismo puro. Então, sempre procuramos entregar algo a mais", explica Ruschel.
Na última ação, realizada na segunda semana de maio, foram entregues o kit de higiene, a cesta básica, um cartão de alimentação no valor de R$ 60,00, um kit de produtos da marca Della Nonna, pães do Restaurante Árabe Baalbek e roupas de inverno. Todas as famílias dos 73 educandos foram contempladas nesta que foi a 15ª distribuição de doações. Ao todo, o número de beneficiados equivale a 293 pessoas.
O superintendente salienta, ainda, que apesar do nome, hoje, o maior departamento do projeto é a psicologia, não o tênis. Logo que a pandemia começou, a equipe de especialistas na área começou a fazer uma pesquisa para o acompanhamento das famílias. Nela, houve a preocupação quanto a questões como o nível de ansiedade, a situação financeira e a possibilidade de acesso à internet, por exemplo.
Frente ao diagnóstico acerca das diferentes situações, o projeto decidiu que a melhor alternativa era criar um grupo no Whatsapp para enviar as atividades e também falar a respeito do momento que vivemos. No entanto, a utilização da rede social não durou muito, já que, em maio do ano passado, o WimBelemDon recebeu o apoio da plataforma Edutt, de streaming educacional. Eles são os representantes na América Latina do Google for Education, e, assim, todas as ferramentas do Google ficaram disponíveis gratuitamente.
Ruschel conta que através da plataforma foi possível fazer o treinamento com os professores e, posteriormente, começar a realizar os trabalhos com os educandos. Hoje, além dos encontros remotos semanais, que incluem as aulas de cinema, há a possibilidade de agendamento de trabalhos presenciais individuais.
Dessa forma, um educando pode, por exemplo, agendar um horário para participar do laboratório de aprendizagem ou da aula de tênis na sede do WimBelemDon. Diferentes atividades podem ser realizadas ao mesmo tempo, desde que sejam individualizadas.
Assim, o projeto segue atendendo presencialmente a todos aqueles educandos que quiserem e se sentirem seguros para realizar as atividades. Como a situação ainda não está totalmente controlada, alguns familiares preferem que os jovens ainda permaneçam em casa. Mesmo assim, o fundador do WimBelemDon assegura que os protocolos são realizados, com a disponibilização de tótens de álcool em gel e verificação de temperatura.

Saiba como contribuir

Quem tiver interesse em colaborar com o projeto e com as famílias, pode acessar o site www.wimbelemdon.com.br para escolher a melhor forma de ajudar. Na aba "Colabore", há diferentes possibilidades de apoio.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário