Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de agosto de 2018.
Dia do Maçom.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Edição impressa de 20/08/2018. Alterada em 20/08 às 01h00min

A arte de gerenciar o nosso dia a dia

Carla Lubisco - Crédito foto Jonas Adriano (3) - alta

Carla Lubisco - Crédito foto Jonas Adriano (3) - alta


/JONAS ADRIANO/DIVULGAÇÃO/JC
Carla Lubisco

Qual a sua prioridade? Pergunta difícil essa, não é mesmo? Cada vez acumulamos mais pendências. E-mails e mensagens esperando para serem respondidos, projetos não finalizados, prazos apertados, almoços corridos, falta de tempo para sair para caminhar, dificuldade de encontrar aquele amigo querido e que te faz tão bem. Saúde adiada. A percepção de não conseguir dar conta de todas as demandas pessoais e profissionais gera angústia e compromete o bem-viver.

A vida está em alta velocidade. As demandas profissionais e pessoais são imensas e isso tem levado às pessoas a um nível de estresse sem precedentes. A lógica para mudar disso é simples de ser percebida, mas nem sempre de ser alcançada: se você conseguir se acalmar, vai conseguir pensar melhor, tomar decisões profissionais mais acertadas e vai viver mais e melhor.

Tudo começa com exercitarmos o autoconhecimento. Entender a dinâmica do nosso dia. O que de fato é importante? O que é mais importante? Para que atividade eu devo, primeiramente, direcionar o meu tempo e a minha energia? Fazer cada coisa ao seu tempo. Viver o momento atual. Naquele minuto em que você esta sentado no seu escritório preparando uma apresentação para o dia seguinte, fique ali com o seu pensamento, o seu foco, a sua atenção plena. Não é a toa que a meditação vem ganhando tanto espaço no mundo corporativo.

Temos que aprender a gerenciar as nossas prioridades. Se deixarmos tudo acumular, vai ser difícil lidar com o estresse que isso vai causar. Preste atenção em você, tenha uma compreensão mais orgânica do seu corpo e da sua mente e, assim, você se sentirá mais livre para fazer as suas escolhas.

O caminho é buscarmos a simplicidade. Claro que isso pode não ser alto tão fácil nas grandes metrópoles, em função da dinâmica moderna e do apelo consumista. Mas, é possível minimizar os efeitos nocivos deste ritmo frenético em que vivemos.

A saúde é o nosso maior patrimônio. Imprevistos acontecem, demandas exageradas acontecem. A forma como encaramos isso é que vai fazer a diferença. Isto, sim, está na nossa mão, no nosso controle. Saúde!

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia