Porto Alegre, sexta-feira, 14 de maio de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 14 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Lavouras

- Publicada em 09h19min, 14/05/2021.

Produtores gaúchos preparam safra de inverno

Período recomendado para o plantio do trigo já iniciou em alguns municípios

Período recomendado para o plantio do trigo já iniciou em alguns municípios


EMATER/DIVULGAÇÃO/JC
Com a colheita da safra de verão praticamente encerrada, os produtores gaúchos começam os preparativos para a semeadura das lavouras de inverno. Em várias regiões do Noroeste do Estado, o período recomendado para o plantio do trigo, pelo zoneamento agroclimático, iniciou em 10 de maio. Em outras regiões da Metade Norte ele começa no dia 20.
Com a colheita da safra de verão praticamente encerrada, os produtores gaúchos começam os preparativos para a semeadura das lavouras de inverno. Em várias regiões do Noroeste do Estado, o período recomendado para o plantio do trigo, pelo zoneamento agroclimático, iniciou em 10 de maio. Em outras regiões da Metade Norte ele começa no dia 20.
Segundo a Emater, os produtores já iniciaram o manejo químico (dessecação) das áreas destinadas ao cultivo do cereal neste inverno. Há tendência de concentração do plantio da cultura em junho, com perspectiva de aumento da área a ser cultivada na região devido ao preço do produto no momento atual e em função de cotações para o período da colheita. Os custos de produção se apresentam elevados, principalmente devido ao aumento do custo da semente e do adubo.
Em alguns municípios da região Noroeste, o plantio da canola já iniciou. Há tendência de aumento de área a ser plantada. No entanto, a Emater alerta que a cultura é altamente especializada e está associada a um risco considerável quando comparada à do trigo.
Em relação à Cevada, ainda está indefinida a perspectiva de área a ser cultivada com na região Noroeste. Produtores alegam falta de incentivos das indústrias cervejeiras. Já no Alto Uruguai, há tendência de aumento de área em função da expectativa de preços bem melhores que os da safra passada.
Lavouras de verão
As safras dos grãos de verão já se encaminham para o final. Segundo a Emater, o Rio Grande do Sul já colheu 94% das lavouras de soja, restando somente 6% áreas de grande escala, de safrinha e várzeas em maturação. Em algumas regiões, a produtividade média tem ultrapassado 3.800 quilos por hectare.
No levantamento semanal realizado pela Emater no Estado, o preço médio da soja apresentou incremento de 0,15% em relação ao da semana anterior, passando de R$ 166,40 para R$ 166,65 a saca de 60 quilos. O preço para o produto disponível em Cruz Alta se manteve estabilizado em R$ 174,00 a saca.
A colheita do milho destinado à produção de grãos segue em ritmo normal e já foi efetivada em 85% das lavouras. Outros 10% estão em fase de maturação e 5% ainda em enchimento de grãos. As principais áreas ainda por colher estão localizadas na Metade Sul do Estado.
Segundo a Emater, o preço médio do milho no Estado segue em elevação, com aumento de 2,03% nesta semana, chegando a R$ 92,00 a saca de 60 quilos. O preço do produto disponível em Cruz Alta alcançou R$ 100,00 a saca.
A colheita do arroz está tecnicamente encerrada no Rio Grande do Sul (99%), restando poucas áreas (1%) em maturação para serem colhidas. A produtividade das últimas lavouras tem sido alta, como na regional da Emater de Pelotas, onde têm sido alcançados 9.150 quilos por hectare.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário