Porto Alegre, terça-feira, 25 de agosto de 2020.
Dia do Soldado.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 25 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Agronegócios

- Publicada em 14h36min, 25/08/2020. Atualizada em 18h20min, 25/08/2020.

Expointer Digital de máquinas agrícolas tem estreia neste sábado

John Deere está entre as fabricantes que irão participar da  Expointer Digital apresentando lançamentos

John Deere está entre as fabricantes que irão participar da Expointer Digital apresentando lançamentos


JOHN DEERE/DIVULGAÇÃO/JC
Thiago Copetti
Organizada pelo Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers), a Expointer Digital - Máquinas Agrícolas 2020 (expointerdigitalagro.com.br) fará sua estreia no próximo sábado, dia 29 de agosto, e receberá “visitantes” até 6 de setembro. Antecedendo a feira virtual programada pela Secretaria da Agricultura do Estado, prevista para entre 26 de setembro e 4 de outubro, a edição desta primeira experiência digital da Expointer servirá como pista de testes e aquecimento dos motores para o setor e para o evento conjunto.
Organizada pelo Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers), a Expointer Digital - Máquinas Agrícolas 2020 (expointerdigitalagro.com.br) fará sua estreia no próximo sábado, dia 29 de agosto, e receberá “visitantes” até 6 de setembro. Antecedendo a feira virtual programada pela Secretaria da Agricultura do Estado, prevista para entre 26 de setembro e 4 de outubro, a edição desta primeira experiência digital da Expointer servirá como pista de testes e aquecimento dos motores para o setor e para o evento conjunto.
Ainda que as adesões de fabricantes à feira virtual não devam alcançar todos os grandes fabricantes que tradicionalmente estão no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, indústrias como John Deere já confirmaram que vão integrar o evento. Com a experiência acumulada em ações individuais de negócios e apresentações de máquinas on-line desde o início da pandemia, o gerente de vendas da John Deere Brasil, Eduardo Martini, está otimista com as possibilidades abertas para o evento gaúcho.
A Expointer Digital será a primeira feira virtual, em conjunto com outros fabricantes, na qual a gigante norte-americana estará presente no Brasil. Martini arrisca inclusive a projeção de vendas maiores na edição virtual de 2020 do que os volumes que empresa registrou na edição presencial de 2019 em Esteio. “Como será virtual e há uma demanda represada em todo o País, o número de produtores que podem participar é muito grande. Ao ingressar em nosso estande virtual, os visitantes vão indicar a região onde estão e passam a ser atendidos em chat por representantes das concessionárias de suas regiões”, explica Martini.
O executivo aposta em um bom nível de intimidade dos agricultores com as tecnologias, especialmente com os já clientes da marca, para ver as vendas trafegarem tranquilamente pelas vias digitais. Além do amplo trabalho voltado ao ecossistema tecnológico desenvolvido pela JD há anos, de 2019 para cá a fabricante criou 31 Centros de Suporte a Operação (CSO) destas máquinas inteligentes e a agricultura 4.0, que cobrem 10 milhões de hectares conectados com as ferramentas da montadora em todo o Brasil.
“Para essa Expointer Digital, um dos destaques serão plataformas destinadas ao arroz, que vive um bom momento, assim com para plantio e colheita de soja em novas áreas do Estado”, antecipa Martini.
Presidente do Simers, Claudio Bier destaca que a possibilidade de receber visitantes de diferentes regiões do País e um aplicativo que facilitará a navegação entre os estandes virtuais serão os grande diferenciais desta edição.
Ainda assim, o agricultor poderá sentir falta de marcas tradicionais. Entre os fatores para não integrarem a feira digital estão o elevado investimento necessário, o prazo curto de preparação ou a duração longa da feira virtual, o que exigiria equipes de atendimento constante, de acordo com alguns fabricantes. Massey Ferguson, AGCO e Valtra informaram que não estarão no evento digital, assim como as fabricantes de tratores Mahindra e LS Tractor. A Stara e a CNH Industrial ainda avaliam a possibilidade.
“Começamos uma divulgação tardia, devido a todo o novo cenário, mas as inscrições ainda não estão encerradas. Esperamos cerca de 80 empresas participantes, e também temos adesão de instituições financeiras. Com uma feira digital permite que produtores de todo o País participem e recebam depois as máquinas em suas propriedades, não descartamos vendas até maiores do que na edição de 2019”, avalia Bier.
Comentários CORRIGIR TEXTO