Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 03 de junho de 2018.
Dia Mundial do Administrador de Pessoal.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 03/06 às 21h30min

Cruzeiro vence, deixa Ceará na lanterna e assume vice-liderança do Brasileirão

O Cruzeiro, "comendo pelas beiradas", já é o vice-líder do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, pela nona rodada da competição, o time comandado por Mano Menezes venceu a terceira seguida por 1 a 0. E a vítima da vez foi o Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza. Autor do único gol do jogo, o atacante Sassá também encerrou um jejum de quase um mês sem balançar as redes.
Embalado, o Cruzeiro chegou aos mesmos 16 pontos de Grêmio e São Paulo, mas é o vice-líder por ter uma vitória a mais (5 contra 4). Já o Ceará segue em crise, ainda não venceu no campeonato e passou a amarga a lanterna, com três pontos. Essa foi a terceira derrota sob o comando do técnico Jorginho.
O Paraná, que ocupava a lanterna antes desta derrota do Ceará, tem a mesma pontuação, mas ainda vai jogar nesta segunda-feira pela nona rodada, em casa, diante do Fluminense.
Aproveitando o nervosismo do adversário, o Cruzeiro começou a partida pressionando e criou uma grande oportunidade logo aos oito minutos. Thiago Neves cobrou falta com precisão e exigiu boa defesa de Éverson, que espalmou para escanteio. O Ceará errava muitos passes e a torcida presente no Castelão já dava os primeiros sinais de irritação.
A situação ficou pior para os donos da casa aos 18 minutos. Bruno Silva cruzou rasteiro, Sassá furou, mas a bola bateu na sua outra perna e tirou Éverson do lance: 1 a 0. Na sequência, Ricardinho deu grande lançamento para Eder Luis, que só não conseguiu completar porque Fábio ficou com a bola. A medida que o Ceará ia se lançando ao ataque, o Cruzeiro ia tendo mais espaços.
Pressionado pela torcida, o Ceará voltou do intervalo em cima do time mineiro, mas demorou 15 minutos para fazer Fábio trabalhar. Arthur Cabral desviou cruzamento para a área e o goleiro defendeu em dois tempos. Na sequência, Eder Luis finalizou rasteiro em cima do camisa 1.
Aos 31 minutos, Juninho aproveitou sobra da defesa e chutou com força para boa defesa de Fábio, que espalmou pela linha de fundo O Cruzeiro respondeu em finalização de Mancuello por cima do travessão. No fim do jogo, a torcida alvinegra vaiou os jogadores na saída do gramado. A presença do torcedor está diminuindo, num reflexo da fraca campanha da equipe cearense.
Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela décima rodada. O Ceará enfrenta o Botafogo, às 19h30, no Engenhão, no Rio de Janeiro, enquanto o Cruzeiro recebe o Vasco, às 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia