Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 06 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Líbano

Alterada em 06/05 às 10h09min

Líbano realiza eleições parlamentares neste domingo

Delegadas do Hezbollah verificam a lista em uma seção eleitoral em Beirute

Delegadas do Hezbollah verificam a lista em uma seção eleitoral em Beirute


ANWAR AMRO/AFP/JC
Agência Brasil
O Líbano escolhe neste domingo (6) os novos ocupantes para 128 vagas no legislativo. Será a primeira eleição parlamentar desde 2009. Entre os 595 candidatos a um mandato, 86 são mulheres. O percentual de participação feminina em 14,45% é o mais alto em eleições no país. Atualmente as mulheres ocupam apenas 4 cadeiras, o que significa 3% dos assentos.
Três milhões e seiscentos mil eleitores estão aptos a votar. Cerca de 130 observadores europeus vão acompanhar a eleição. Pela primeira vez, libaneses que vivem fora do país puderam votar no exterior.
O Líbano não realizou eleição legislativa por quase uma década porque os parlamentares eleitos na última disputa, em 2009, prorrogaram os mandatos três vezes. O argumento era de que o país enfrentava um período de turbulências políticas e faltava consenso para uma nova lei eleitoral, recentemente aprovada.
A legislação reformulou os distritos eleitorais e instituiu um sistema proporcional complexo de distribuição de vagas.
Desde a última consulta popular, o governo caiu duas vezes, em 2011 e 2013. A presidência ficou vaga durante 29 meses entre 2014 e 2016. O grupo xiita libanês Hezbollah participa das eleições e espera que o resultado aumente sua influência na política do país.
O Líbano ocupa tradicionalmente um papel relevante no Oriente Médio. O país está situado em uma região de conflitos. Faz fronteira com Israel e Síria, que vive uma guerra civil há 7 anos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia