Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de maio de 2018.
Dia Nacional do Café.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

Alterada em 24/05 às 21h22min

Santos empata com Garcilaso, mas garante liderança da chave na Libertadores

O Santos não teve tranquilidade e nem futebol para furar a retranca do Real Garcilaso. Na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro com a presença de poucos torcedores, o time alvinegro ficou no empate sem gols com a equipe peruana em duelo válido pela última rodada do Grupo F da Libertadores.
A sorte dos comandados de Jair Ventura é que o Estudiantes derrotou o Nacional por 3 a 1 também nesta quinta-feira. Com isso, o Santos foi a 10 pontos e avançou para as oitavas de final na liderança da chave.
O Estudiantes, que marcou o terceiro gol aos 43 minutos do segundo tempo, foi a oito pontos, com a mesma pontuação do Nacional, mas ficou com a outra vaga por ter melhor saldo de gols (2 a 1) - os uruguaios, com o terceiro lugar, entrarão na segunda fase da Copa sul-americana. O Garcilaso se despediu da competição continental na lanterna, com seis pontos.
O sorteio dos confrontos das oitavas de final da Libertadores ocorrerá no dia 4 de junho, na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai. O time alvinegro volta a campo no próximo domingo, quando receberá o Cruzeiro no estádio do Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.
Ao Jair Ventura resta tentar recuperar o elenco e tentar fazer uma boa apresentação no torneio nacional para voltar a ganhar prestígio com seus torcedores. Porque se os atacantes Gabriel e Rodrygo seguirem com o fraco desempenho, não se sabe quanto tempo o treinador permanecerá no cargo.
Na escalação do Santos, a novidade foi a presença do volante Diego Pituca na vaga de Alisson, machucado. O treinador até poderia ter optado pela entrada de Renato, mas o veterano de 38 anos ficou no banco de reservas.
Com a bola rolando, o Real Garcilaso se fechou no campo de defesa. O time alvinegro demorou, mas aos poucos começou a encontrar umas brechas nas duas linhas defensivas do adversário - uma de cinco jogadores na entrada da grande área e a outra de quatro para dar o primeiro combate na intermediária.
Enquanto isso, o Nacional do Uruguai vencia o Estudiantes por 1 a 0 e mandava provisoriamente o Santos para a segunda colocação na chave. Rodrygo, então, na primeira boa chance, recebeu lançamento de Jean Mota, mas furou o chute na frente do gol.
As duas melhores oportunidades da etapa inicial vieram em vacilos da zaga do Garcilaso. Sasha recebeu na direita e rolou para trás. Rodrygo chutou e a zaga salvou em cima. Na outra, Sasha chutou da esquerda, o goleiro Morales deu rebote e Vitor Bueno, sem ângulo, acertou a rede pelo lado de fora.
Na etapa final, o Santos seguiu com total domínio da partida, mas faltava tranquilidade no último passe. Na outra partida, o Estudiantes, de pênalti, deixou tudo igual e recolocou o time brasileiro na ponta do grupo. O time argentino ainda virou a partida e ficou a um gol de roubar a vaga do Nacional.
Na Vila Belmiro, a partida seguia de dar sono. Gabriel caia mais pela direita, mas tinha dificuldade para se livrar dos marcadores. Tentou até se jogar próximo à área, mas o árbitro não caiu na dele. Na outra partida, o Estudiantes ampliou para 3 a 1 aos 43 do segundo tempo, com um gol de pênalti, e garantiu a classificação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia