Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

protestos

22/05/2018 - 08h26min. Alterada em 22/05 às 12h04min

Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias do Rio Grande do Sul

Pelo segundo dia seguido, caminhoneiros voltaram a fazer protestos nas estradas contra a política de reajuste do óleo diesel. As mobilizações ocorrem desde a madrugada desta terça-feira (22) e ocorrem em diversas rodovias do Estado.
Pelo segundo dia seguido, caminhoneiros voltaram a fazer protestos nas estradas contra a política de reajuste do óleo diesel. As mobilizações ocorrem desde a madrugada desta terça-feira (22) e ocorrem em diversas rodovias do Estado.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ocorrem bloqueios na BR-101, em Três Cachoeiras, na BR-290, em Uruguaiana, na BR-285, em Ijuí, Carazinho, Passo Fundo e Lagoa Vermelha, na BR-116, em Camaquã, na BR-386, em Paverama, e ma BR-153, em Erechim.
Nas rodovias estaduais, há paralisação em trecho da RS-122, em São Sebastião do Caí, de acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar. Veículos de passeio e de emergência tem passagem livre.
Outras rodovias do Estado apresentam manifestações, porém sem bloqueios. Os atos ocorrem na RS-020, em Taquara, na RS-040, em Viamão, na RS-474, em Santo Antônio da Patrulha, na RS-118, em Gravataí, na RSC-287, em Santa Cruz do Sul, e na RS-471, em Cachoeira do Sul.
Os protestos ocorrem também em outras regiões do País. Ao menos seis estados, além do Rio Grande do Sul, já registram manifestações nesta terça, como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Goiás e Bahia.
A segunda-feira já havia sido marcado por protestos da categoria. Ao menos 17 estados do País registraram bloqueios nas estradas.
Ontem, a Petrobras anunciou novo reajuste nos preços dos combustíveis (de 0,97% para o diesel e de 0,9% para a gasolina nas refinarias a partir de hoje). Os motoristas pedem redução da carga tributária sobre o diesel e reivindica isenção da alíquota de PIS/Pasep, de Cofins e da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico). Os impostos representam quase a metade do valor do diesel na refinaria.