Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 14 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

balanços

Alterada em 14/05 às 22h30min

CSN tem lucro líquido de R$ 1,486 bilhão no 1º trimestre

O lucro líquido da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) somou R$ 1,486 bilhão no primeiro trimestre do ano, montante mais de 12 vezes superior ao registrado no mesmo intervalo do ano passado, quando o ganho foi de R$ 118 milhões. O salto no lucro é explicado pelo item outras receitas líquidas, que somou R$ 1,797 bilhão no período, ante uma perda de R$ 99,2 milhões no mesmo trimestre do ano anterior. Essa receita é advinda, principalmente, do ganho registrado pela valorização das ações da Usiminas, que passaram a ser reconhecidas, neste trimestre, pelo seu valor justo, por conta de entrada de vigor de nova norma contábil.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado chegou em R$ 1,242 bilhão, recuo de 7% ante o visto um ano antes e aumento de 3% ante o trimestre imediatamente anterior. A margem Ebitda atingiu 23,5% nos três primeiros meses deste ano, ante 28,7% no primeiro trimestre de 2017 e de 23% no intervalo de outubro a dezembro do ano passado.
A receita líquida no intervalo de janeiro a março somou R$ 5,066 bilhões, crescimento de 15% ante o visto um ano antes e leve aumento de 1% em relação ao quarto trimestre do ano passado. "A melhora no desempenho em comparação ao quarto trimestre ocorreu pelos reajustes de preços dos produtos siderúrgicos, enquanto no segmento de mineração a receita líquida permaneceu estável", destacou a CSN, no documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro, divulgado na noite desta segunda-feira (14).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia