Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 02 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 02/05/2018. Alterada em 02/05 às 09h55min

Boquinha na festa

ALEXANDRE FARINA/DIVULGAÇÃO/JC
A partir de agora não vai ter festa, feira ou evento com um número razoável de pessoas no Interior sem a presença de candidatos às eleições de outubro. E quase que invariavelmente sempre o candidato à eleição ou reeleição vai deixar de provar comida típica ou o tradicional churrasco. Caso do deputado Ernani Polo, que fez uma boquinha no assado com 150 quilos de carne no festival de balonismo de Torres.

Todos os culpados

Ao incêndio em prédio no Centro de São Paulo seguiram-se as críticas de sempre contra os governos, mas faltou alguém em Nuremberg. Os diversos movimentos dos sem-teto incentivam pessoas de baixos recursos a invadir e ocupar prédios à espera de decisão judicial, que foi o caso. Quase sempre prédios abandonados apresentam sérios problemas estruturais conhecidos. Então incluam estes movimentos no rol de culpados.

Parole, parole....

A delação de Antônio Palocci já está na Polícia Federal. O ex-ministro reafirma que conversou com Lula e a então candidata Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, sobre levantar dinheiro para a campanha na construção de sondas de águas profundas, segundo o colunista Cláudio Humberto (www.diariodopoder.com.br), Palocci vai também detalhar a reunião com Lula, Dilma e Emílio Odebrecht em 2010.

...ou fatos novos?

O problema de Palocci é que isso que ele promete detalhar não é novidade, já mencionou isso há mais tempo. Quando disse ao juiz Sérgio Moro que tinha declarações explosivas para fazer. O fato novo é que o operador do PT na Petrobras, Renato Duque, ex-diretor da estatal, concordou, no último fim de semana, em fazer a sua delação. Com a de Léo Pinheiro, da OAS, os furos podem ser cobertos. 

Mais trabalho

A Lava Jato nunca atinge o fundo do poço, porque o poço da corrupção não tem fundo. Com nova denúncia contra Lula, Palocci e a senadora Gleisi Hoffmann (PT), os advogados do trio terão mais trabalho - e faturamento. Talvez Palocci menos, porque já falou aos microfones da delação.
 

Gripe na direção

O deputado Gilmar Sossella (PDT) protocolou na Assembleia Legislativa o projeto de lei que defende a inclusão de motoristas e cobradores do transporte coletivo municipal e intermunicipal no grupo prioritário das campanhas de vacinação. Sabidamente estes profissionais estão sempre em contato com vírus da gripe e podem ser vetores de contágio. Em princípio, a ideia é interessante, mas isso não deveria ser obrigação das empresas?

Foro privilegiado

O STF deve limitar hoje o foro especial para deputados e senadores a problemas ocorridos durante o mandato, que tenham relação com sua atividade parlamentar. Alguém que esteja sujeito a processo poderá se eleger, mas responderá perante um juiz de primeira instância. Se ele cometer um acidente de trânsito, por exemplo, não terá foro privilegiado. Sete de 11 ministros já se manifestaram a favor da proposta. 

A montanha vai a Maomé

Restaurante fica na avenida Protásio Alves

Restaurante fica na avenida Protásio Alves


CLAITON DORNELLES /JC
Com o intenso movimento dos pedidos de refeições, inclusive e principalmente dos chamados fast foods, empresário criou uma central de cozinhas. Nelas, vários restaurantes de Porto Alegre e lancherias estão instalando suas cozinhas. A pessoa liga para o fornecedor, este repassa o pedido para a sua cozinha na central e uma equipe de motoboys despacha a encomenda. Fica na Protásio Alves, junto ao viaduto Tiradentes. Cada vez mais tudo é terceirizado.

Querida, encolhi o precatório

Leitor conta como seu precatório ficou desmilinguido ao longo de 25 anos de espera. O inicial era de R$ 170 mil, mas novos cálculos diminuíram o crédito para R$ 122 mil e um acordo o aplastou para R$ 73,2 mil; o Leão comeu 9%, o advogado cobrou 20%. Ao fim e ao cabo o felizardo, entre aspas, ficou com R$ 53,7 mil. Era isso ou esperar até 2024.

Miúdas

  • COMO falou uma repórter de TV sobre o incêndio em São Paulo, "o prédio foi desmoronado".
  • PORTO de Imbituba (SC) realizou o embarque de 4.341 bois para a Turquia.
  • A CONTINUAR nesse ritmo, nossos campos correm o risco de despovoamento no longo prazo. Já nos faltam terneiros.
  • EPTC ainda não providenciou a troca das placas da ex-avenida da Legalidade.
  • ALGUMAS, como na Ramiro com Voluntários, ainda tem a denominação avenida Castelo Branco.
  • FREQUENTEMENTE, a verdade repetida mil vezes se transforma em mentira (Carlos Brickmann).
  • Dirceu para o site Congresso em Foco: "Como vou deixar o País se o Lula está preso?". Talvez por isso mesmo, ué.

Finais

  • UNIMED Porto Alegre está lançando o novo ciclo do Bem-Startup, seu programa de aceleração de startups.
  • TRÊS primeiros grupos de 2018 do programa Cidadania e Talento do CIEE-RS tem formatura amanhã. Mudanças no licenciamento de projetos na prefeitura municipal de Porto Alegre serão discutidas hoje/19h30min/IAB RS.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia