Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 28 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

28/04/2018 - 19h34min. Alterada em 28/04 às 19h56min

Câmeras mostram homem atirando contra acampamento pró-Lula em Curitiba

Ataque a tiros ocorreu na madrugada deste sábado no acampamento montado em Curitiba

Ataque a tiros ocorreu na madrugada deste sábado no acampamento montado em Curitiba


HEULER ANDREY/AFP/JC
Folhapress
A Secretaria de Segurança Pública do Paraná divulgou imagens de câmeras de segurança que mostram um homem disparando contra o acampamento de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Curitiba. As imagens foram registradas às 3h45min da madrugada deste sábado (28). Um homem passa caminhando em direção acampamento. Pouco tempo depois, volta correndo e atira para trás.
Duas pessoas ficaram feridas no ataque. Jefferson Lima de Menezes, 38, foi baleado de raspão e Márcia Koakoski, 42, foi atingida por estilhaços de um banheiro público que também foi atingido. Ele segue internado no Hospital do Trabalhador. O delegado titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, Fábio Amaro, informou que o suspeito chegou em um carro preto modelo sedan e foi caminhando até o acampamento. Ele fugiu depois de atirar.
Durante a tarde, o delegado ouviu testemunhas.Um inquérito foi aberto para investigar o caso e a Polícia Militar irá reforçar o policiamento no acampamento. Peritos daPolícia Científica do Paraná já estiveram no acampamento, onde foram recolhidas seis cápsulas de pistola 9 mm. Em nota, a secretaria afirmou: "Todas as forças de segurança do Estado estão trabalhando de forma conjunta para identificar e prender o suspeito dos disparos". 
Nesta manhã, houve uma reunião entre a secretaria e lideranças do acampamento e do PT. Segundo o presidente do partido no Paraná, Dr. Rosinha, ficou acertado que o policiamento será permanente no acampamento, que haverá segurança reforçada para o ato de 1º de Maio e que a investigação será a mais rápida possível.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia