Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Notícia da edição impressa de 25/04/2018. Alterada em 25/04 às 18h05min

Romildo Bolzan descarta possibilidade de se candidatar ao Senado

Presidente do Grêmio voltou a negar a possibilidade de ser candidato

Presidente do Grêmio voltou a negar a possibilidade de ser candidato


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Paulo Egídio
Principal aposta do PDT ao Senado, Romildo Bolzan Júnior voltou a negar a possibilidade de ser candidato. Ontem, em evento na Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA), o presidente do Grêmio foi enfático ao ser questionado se poderia voltar atrás: "isso está totalmente descartado".
Impulsionado pela boa gestão e pelos títulos conquistados no Grêmio, Bolzan é pressionado pela militância e pela direção do PDT a se a candidatar. No entanto, o ex-prefeito de Osório e ex-presidente estadual do PDT sempre rejeitou a hipótese e prometeu que deve cumprir integralmente seu mandato à frente do clube tricolor, que vai até o final de 2019.
Já o pré-candidato ao governo pelo PDT, Jairo Jorge, cogita abrir as duas vagas ao Senado para o PSB - atualmente na base do governo de José Ivo Sartori (PMDB) -, partido com o qual busca aliança para a disputa ao Piratini. No início do mês, no lançamento de Cláudio Bier (PV) como candidato a vice em sua chapa, Jairo disse ter se reunido com José Fortunati e Beto Albuquerque, ambos quadros do PSB com intenção de candidatura ao Senado. "Externei que abríamos a possibilidade de os dois serem candidatos, pela nossa coligação, a senador", afirmou o pedetista na ocasião.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia