Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 17 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

stf

Alterada em 17/04 às 13h55min

Rosa Weber dá 30 dias para União se manifestar sobre fronteira com a Venezuela

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 30 dias para União se manifestar na ação em que o Estado de Roraima pediu o fechamento da fronteira com a Venezuela. O pedido foi feito na última sexta-feira, e Roraima exige que a União feche temporariamente a fronteira entre Brasil e Venezuela e repasse recursos adicionais para suprir os custos causados pela imigração de venezuelanos no Estado.
Assinada pela governadora de Roraima, Suely Campos (PP), a ação aponta que a "crise econômica, política e social da República Bolivariana da Venezuela ensejou uma verdadeira explosão no fluxo migratório", e que o Estado está suportando os custos e prejuízos sem ajuda efetiva da União. A proposta foi considerada "incogitável" pelo presidente Michel Temer (MDB) e também foi rejeitada pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.
"Enfatize-se a imprescindibilidade do diálogo e da cooperação institucionais para a solução dos conflitos que envolvem as unidades federativas. Findo o prazo retornem-me os autos conclusos para apreciação do pedido de tutela de urgência", conclui Rosa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia