Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo do Estado

Notícia da edição impressa de 05/04/2018. Alterada em 05/04 às 00h37min

Urbano Schmitt sai do PDT para assumir CEEE

Schmitt foi secretário de Gestão do ex-prefeito José Fortunati

Schmitt foi secretário de Gestão do ex-prefeito José Fortunati


MARCO QUINTANA/JC/JC
Embora o governo do Estado ainda não tenha feito a confirmação oficial, Urbano Schmitt, com trajetória no PDT, deve assumir a presidência da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) no lugar de Paulo de Tarso Pinheiro Machado (PSDB), que entregou o cargo de presidente da empresa no início do mês passado. O presidente estadual do PDT, deputado federal Pompeo de Mattos, informou, na tarde de ontem, pelo Twitter, que acertou a desfiliação de Urbano Schmitt dos quadros pedetistas. 
A desfiliação acontecerá, segundo Pompeo, "visto que o partido não faz mais parte da base política do governo. O PDT tem seu próprio projeto para 2018 com Jairo Jorge governador e Ciro (Gomes) presidente", disse o deputado, na rede social.
A própria saída de Pinheiro Machado da CEEE foi consequência da determinação do PSDB de entregar os cargos de primeiro escalão, ao deixar a base do governo de José Ivo Sartori (PMDB). Pelo mesmo motivo, o ex-secretário de Minas e Energia e também tucano Artur Lemos Júnior devolveu o posto. 
Urbano Schmitt já foi secretário municipal de Gestão na prefeitura de Porto Alegre, durante o governo do ex-prefeito José Fortunati (hoje no PSB) e presidente do Conselho de Administração da Procempa.
Outro pedetista que poderá assumir um posto no alto escalão do governo Sartori é Luiz Antônio Bins, atual secretário adjunto da Fazenda e com chances de substituir o peemedebista Giovani Feltes, que deixará de ser titular para concorrer à reeleição na Câmara dos Deputados.
A indicação dos pedetistas irritou a deputada estadual Juliana Brizola (PDT), que publicou um vídeo no Twitter rejeitando a possibilidade. "Não vou deixar isso barato, eu já oficiei ao partido pedindo esclarecimentos e pedindo a expulsão desses membros do partido que não cumprem uma decisão de diretório."
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Sergio Oliveira 06/04/2018 21h24min
CC, CC, CC, CC.......