Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

meio ambiente

06/04/2018 - 13h10min. Alterada em 06/04 às 17h18min

Sustentabilidade é questão de política pública, afirma Gabeira

Jornalista e ex-deputado federal abriu a programação da Virada Sustentável em Porto Alegre

Jornalista e ex-deputado federal abriu a programação da Virada Sustentável em Porto Alegre


Rodrigo Westermann Blum/Unisinos/Divulgação/JC
Bruna Oliveira
O desenvolvimento sustentável das cidades brasileiras passa pelo pleno acesso da população a serviços públicos básicos e de qualidade. A avaliação é do jornalista e ex-deputado federal do Rio de Janeiro Fernando Gabeira, que abriu nesta sexta-feira (6) a 3ª edição da Virada Sustentável em Porto Alegre, durante conferência no Teatro da Unisinos. O evento segue até o domingo, com uma programação extensa de debates e atividades.
Gabeira, hoje fora da vida política e dedicado à escrita e às filmagens, falou de viagens que tem feito pelo País e de problemas sociais que tem observado, sobretudo os que envolvem os recursos hídricos brasileiros. O jornalista avalia que, durante muito tempo, se acreditou que o crescimento econômico estava atrelado somente ao aumento desenfreado do consumo das populações, deixando de lado o acesso a serviços de suma importância. "O consumo de serviços públicos deve vir antes do consumo de eletrônicos", diz. O saneamento básico, escasso inclusive nas grandes cidades, é "um grande fracasso da nossa geração de políticos".
Apesar da importância das pautas locais, Gabeira diz que a sustentabilidade deixou de ser uma preocupação regional e se tornou questão planetária, e que há um grande potencial no uso das tecnologias para se chegar a um nível menor de degradação do meio ambiente. A consciência sustentável passa pela comunicação, e o uso massivo dos smartphones amplia as possibilidades de comunicar e de ser comunicado. Mas há contrapartidas. Para Gabeira, o mundo se transformou em algo mais solitário, embora exista mais comunicação. "Com a internet, os adversários não nos leem mais. Os grupos de leitura se conversam em grupos de concordância, o que é uma perda para o debate", avalia. 
A programação da Virada Sustentável na Capital segue com cerca de 90 atividades em três trilhas de ações marcam a programação da Virada Sustentável na Capital: cinema, literatura e artes visuais; circo, teatro e dança; e música. O evento, baseado nos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU, vai até domingo, dia 8 de abril, e conta com cinco Ecopontos espalhados pelos locais mais populares da cultura porto-alegrense, como a Casa de Cultura Mario Quintana e a Associação Cultural Vila Flores. Confira a programação completa no site da Virada Sustentável
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia