Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 28 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

28/04/2018 - 18h29min. Alterada em 28/04 às 18h37min

Grêmio perde por 2 a 1 para o Botafogo jogando com poucos titulares

Renato Portaluppi poupou praticamente todos os titulares para partida da Libertadores

Renato Portaluppi poupou praticamente todos os titulares para partida da Libertadores


LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/Divulgação/JC
Preocupado com o confronto direto contra o Cerro Porteño pela Copa Libertadores, nesta terça-feira (1), em Porto Alegre, o técnico Renato Gaúcho poupou praticamente todos os titulares e viu o Grêmio perder para o Botafogo neste sábado (28) por 2 a 1, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, na abertura da terceira rodada do Campeonato Brasileiro.
O gol da vitória botafoguense foi marcado aos 46 minutos do segundo tempo pelo lateral-esquerdo Gilson, de muito longe. Ainda invicto, o time carioca assumiu a vice-liderança provisória com cinco pontos, um a menos do que o Corinthians. Já o Grêmio perdeu a chance de dormir na primeira colocação ao estacionar nos quatro pontos, na oitava colocação.
O placar quase foi aberto logo aos dois minutos. Matheus Fernandes recebeu de Brenner e na primeira tentativa foi travado por Paulo Miranda, mas a bola voltou para o volante, que bateu colocado e acertou a trave. A resposta gremista veio na sequência. Madson mandou para a área e Alisson, de frente para o gol, chutou para fora ao ser pressionado pelo zagueiro Joel Carli.
A partida era bastante movimentada. Aos 19 minutos, Igor Rabello cabeceou e Paulo Victor fez grande defesa de mão trocada. O Grêmio encontrava muitas dificuldades para criar as jogadas ofensivas, enquanto que o Botafogo dominava a posse de bola.
Depois de parar no goleiro tricolor, Brenner abriu o placar aos 35 minutos. O atacante recebeu passe de Marcinho, passou pela marcação de Madson e finalizou rasteiro. A bola tocou na trave antes de entrar. A alegria botafoguense durou apenas dois minutos. Michel aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou firme. O goleiro Jefferson ainda tocou na bola, mas não o bastante para defender.
Na volta do intervalo, Rodrigo Pimpão foi derrubado por Marcelo Oliveira. Os jogadores alvinegros pediram pênalti, mas o árbitro paulista Vinícius Gonçalves Dias Araújo assinalou apenas falta fora da área. As principais jogadas do Botafogo eram pelo lado direito com Marcinho.
A partida caiu de produção no segundo tempo e os times encontravam dificuldades para criar lances de perigo. Aos 21 minutos, Madson recebeu nas costas do lateral adversário e cruzou rasteiro. Luan chegou batendo de primeira por cima do gol. O Botafogo perdeu uma chance incrível na sequência. Gilson mandou para dentro da área e Ezequiel, dentro da pequena área, bateu torto graças a pressão feita por Marcelo Oliveira.
Nos minutos finais, os dois times se lançaram ao ataque em busca da vitória. Alisson recebeu de Lima na entrada da área, mas na hora da finalização bateu fraco. Depois, Ezequiel cruzou rasteiro e Marcelo Oliveira evitou que a bola chegasse em Kieza. Aos 46, a defesa tricolor afastou cobrança de escanteio e Gilson acertou um lindo chute de longa distância no ângulo de Paulo Victor.
Pelo Brasileirão, os times voltam a campo apenas no próximo domingo, no dia 6 de maio. O Botafogo enfrenta o Cruzeiro, às 16 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto que o Grêmio recebe o Santos, às 19 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre.
Botafogo 2 x 1 Grêmio
Jefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Renatinho; Léo Valencia (Marcos Vinícius), Rodrigo Pimpão (Ezequiel) e Brenner (Kieza). Técnico: Alberto Valentim.
Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Jailson, Michel (Cícero), Alisson, Maicosuel (Lima) e Luan (Pepê); André. Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia