Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Notícia da edição impressa de 26/04/2018. Alterada em 25/04 às 22h52min

Superior, Grêmio vence o Goiás

De pênalti, Luan marcou o segundo gol gremista no Serra Dourada

De pênalti, Luan marcou o segundo gol gremista no Serra Dourada


/LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
O Grêmio começou bem a luta pela conquista do hexa da Copa do Brasil. Ontem, no Serra Dourada, o time de Renato Portaluppi não conseguiu transformar a superioridade em gols no primeiro tempo. Já na etapa final, o Tricolor mostrou o bom futebol exibido nas últimas conquistas, marcou duas vezes, e bateu o Goiás dentro de seus domínios. A partida de volta pelas oitavas de final ainda não tem data definida.
A primeira boa oportunidade gremista saiu aos 10 minutos, quando Everton avançou pela esquerda e soltou a bomba, obrigando Marcelo Rangel a espalmar para fora da área. Dois minutos depois, Jael cabeceou por cima.
Já aos 20 minutos, Rangel foi mais rápido que o atacante tricolor e afastou o perigo dos pés do camisa 9. Aos 33, novamente Jael recebeu dentro da área, mas finalizou para fora. Na sequência, Maicon achou Everton na área. O atacante concluiu, mas Rangel salvou.
O domínio do primeiro tempo se transformou em gols na etapa final. Porém, antes de marcar, Marcelo Grohe garantiu os 787 minutos sem sofrer gols. Com um minuto de bola rolando, Giovanni arriscou de longe e o camisa 1 saltou no alto para tocar para escanteio. No lance seguinte, o Grêmio abriu o placar. Luan passou para Jael, que achou Everton entrando pela esquerda da área. O atacante deu uma meia-lua em um zagueiro, passou pelo outro, e fuzilou Rangel.
O time esmeraldino tentou o empate aos 15 minutos. Robson recebeu dentro da área, se livrou da marcação e bateu cruzado, a bola beliscou o travessão e saiu. Aos 22, o que estava ruim para os donos de casa, ficou ainda pior. Após uma lambança da zaga esmeraldina, a bola sobrou para Luan, que, dentro da área, foi puxado pelo zagueiro David Duarte. Depois da briga de Jael e do camisa 7 para ver quem cobraria o pênalti, Portaluppi mandou Luan bater. Ele foi lá e marcou o segundo.
Em seguida, Arthur quase ampliou em um chute de fora da área, mas Rangel evitou a goleada. Aos 30, Grohe fez um lindo lançamento e deixou Luan na cara do gol. O atacante foi parado após o puxão de Madison, que foi expulso. Os minutos finais foram marcados por um Goiás ainda mais recuado e o Grêmio controlando o placar.
Goiás 0 x 2 Grêmio
Marcelo Rangel; Caique Sá (Alex Silva), David Duarte, Eduardo Brock e Breno; Madison, Pedro Bambu e Giovanni; Carlos Eduardo (Robson), Rafinha e Maranhão (Michael). Técnico: Renato Portaluppi.
Marcelo Grohe; Madson (Alisson), Geromel, Kannemann (André) e Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; Jael (Thonny Anderson). Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Flavio R. de Souza (SP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia