Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 22 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 22/04 às 14h52min

Rodriguinho marca de novo, Corinthians goleia Paraná e segue 100% no Brasileirão

Na volta do Paraná à elite do futebol brasileiro jogando em sua casa, no estádio Durival Britto, em Curitiba, o Corinthians foi um visitante indesejável na manhã deste domingo e, novamente liderado por Rodriguinho, goleou o time paranaense por 4 a 0 no duelo válido pela segunda rodada do Brasileirão.
Esta foi a segunda vitória em dois jogos do time alvinegro no campeonato, o que o dá a condição provisória de líder. Além dos 100% de aproveitamento no torneio nacional, o time de Fábio Carille não perde há quatro jogos. A última derrota foi para o Palmeiras, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista.
Por outro lado, o Paraná, derrotado pelo São Paulo na estreia e agora goleado pelo Corinthians, segue sem pontuar em sua volta à primeira divisão e já liga o sinal de alerta.
Além de Rodriguinho, que ganha cada vez mais força na briga para estar na lista final de convocados de Tite para a Copa do Mundo da Rússia, Sidcley também se destacou. O lateral deu a assistência para Rodriguinho no primeiro gol e fez o segundo um minuto depois. Na etapa final, Clayson saiu do banco de reservas para fazer o terceiro e Gabriel fechou a goleada com um chute de fora da área nos minutos finais.
O JOGO - Armado para jogar taticamente de forma semelhante ao adversário, o Paraná sufocou o atual campeão brasileiro nos primeiros minutos e criou três boas oportunidades de gol, com Jhonny Lucas, Silvinho e Raphael Alemão, este que deu um belo chapéu em Balbuena dentro da área e chutou de primeira para a defesa de Cássio com a ponta dos dedos.
A falta de pontaria contra o mortal e eficiente Corinthians, no entanto, é um pecado. Na primeira chegada ao ataque, o time paulista, que não teve Ralf, Maycon e Clayson, poupados por Carille, marcou com o iluminado Rodriguinho. Aos 25 minutos, o meia, muito bem posicionado, recebeu bom cruzamento de Sidcley na pequena área e só empurrou para abrir o placar e fazer seu terceiro gol na competição e o quinto nos últimos sete jogos.
Na sequência, a letalidade corintiana se reforçou com outro gol no minuto seguinte. Em nova jogada da dupla Sidcley e Rodriguinho, os papéis se inverteram e o meia lançou o lateral, que avançou em velocidade e chutou com precisão na saída do goleiro Richard para ampliar o placar em Curitiba.
Os gols em sequência esfriaram o ímpeto paranista e o time paulista passou a ser soberano no jogo diante de um adversário que desceu para o vestiário nocauteado.
Na etapa final, o Paraná continuou lutando para tentar, ao menos, diminuir o placar. Mas a forte defesa do Corinthians bloqueou com sucesso as chegadas do adversário e se manteve intacta na partida. Também teve sorte, é verdade, em alguns momentos. Como no chute de Mansur, já no final da partida, que explodiu na trave esquerda de Cássio. Além disso, a exemplo do primeiro tempo, foi certeiro nas chegadas à frente e liquidou a fatura com mais dois gols.
O terceiro saiu dos pés de Clayson, que deixou o banco de reservas 24 minutos para substituir Jadson. Dez minutos depois da sua entrada, o atacante recebeu cruzamento preciso de Fagner e apareceu livre na segunda trave para marcar. Aos 40 minutos, Clayson tocou para Gabriel, que, na entrada da área, limpou a marcação e chutou rasteiro, no canto direito de Luis Carlos para transformar o placar em goleada.
Após duas vitórias em dois jogos, o Corinthians voltará a atuar pelo Brasileirão no próximo domingo, contra o Atlético-MG, às 16 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte. No mesmo dia e horário, o Paraná buscará os seus primeiros pontos na competição contra o Sport, novamente atuando em casa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia