Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Petróleo

27/04/2018 - 10h23min. Alterada em 27/04 às 10h23min

ExxonMobil lucra US$ 4,65 bi no 1º trimestre, mas frustra previsão

A ExxonMobil informou nesta sexta-feira (27) que registrou lucro líquido de US$ 4,650 bilhões, ou US$ 1,09 por ação, no primeiro trimestre deste ano. O resultado representa um avanço na comparação com os US$ 4,101 bilhões, ou US$ 0,95 por ação, de igual período do ano passado. O número, porém, veio um pouco abaixo da previsão de lucro de US$ 1,10 por ação dos analistas ouvidos pela FactSet e a ação recuava 1,19% no pré-mercado em Nova Iorque, às 9h16min (de Brasília).
A ExxonMobil informou nesta sexta-feira (27) que registrou lucro líquido de US$ 4,650 bilhões, ou US$ 1,09 por ação, no primeiro trimestre deste ano. O resultado representa um avanço na comparação com os US$ 4,101 bilhões, ou US$ 0,95 por ação, de igual período do ano passado. O número, porém, veio um pouco abaixo da previsão de lucro de US$ 1,10 por ação dos analistas ouvidos pela FactSet e a ação recuava 1,19% no pré-mercado em Nova Iorque, às 9h16min (de Brasília).
A receita da companhia avançou a US$ 68,211 bilhões, de US$ 58,671 bilhões um ano antes. Nesse caso, a previsão era de US$ 67,201 bilhões. A produção de petróleo equivalente foi de 3,9 milhões de barris por dia, queda de 6% na comparação anual.
O executivo-chefe da empresa, Darren Woods, disse que os preços mais altos das commodities e cortes de custos ajudaram a impulsionar o crescimento da empresa. Segundo ele, a empresa conseguiu novas descobertas e fez aquisições, o que a posiciona para maior crescimento futuro.