Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

negócios corporativos

20/04/2018 - 09h08min. Alterada em 20/04 às 09h08min

Usiminas tem lucro líquido de R$ 157,2 milhões no 1º trimestre

A Usiminas registrou no primeiro trimestre de 2018 lucro líquido de R$ 157,2 milhões, 45% maior que o anotado no mesmo período do ano passado, de R$ 108 milhões. O resultado reverte ainda prejuízo do quarto trimestre de 2017, que foi de R$ 45 milhões.
A Usiminas registrou no primeiro trimestre de 2018 lucro líquido de R$ 157,2 milhões, 45% maior que o anotado no mesmo período do ano passado, de R$ 108 milhões. O resultado reverte ainda prejuízo do quarto trimestre de 2017, que foi de R$ 45 milhões.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no critério ajustado - que considera a participação proporcional de 70% da Unigal e outras controladas - somou R$ 641,2 milhões de janeiro a março, com destaque para a Unidade de Siderurgia, que atingiu Ebitda ajustado de R$ 568,6 milhões no trimestre. Na comparação com o primeiro trimestre de 2017 o indicador teve um aumento de 20%.
A margem Ebitda ajustado passou para 19,8%, menor que a de 22,7% na mesma comparação. Sem ajustes, o Ebitda foi de R$ 622 milhões no primeiro trimestre, 18% acima de igual intervalo do ano anterior, com margem de 19%, contra 23%. O resultado financeiro ficou em R$ 133,8 milhões negativo, 145% acima dos R$ 54,581 milhões do primeiro trimestre de 2017.
A venda de aço da Usiminas no primeiro trimestre do ano subiu 17% na relação anual para 1,089 milhão de toneladas. Na comparação com os últimos três meses do ano passado o volume é estável. A siderúrgica mineira informou, no documento que acompanha seu demonstrativo financeiro, que as vendas no mercado interno somaram 919,5 mil toneladas nos três primeiros meses de 2018, aumento de 11% na relação anual e de 2,9% na trimestral.
Já as vendas da Usiminas para o mercado externo somaram 169,6 mil toneladas no primeiro trimestre, ampliação de 62% sobre um ano antes. Ante o quarto trimestre do ano passado, contudo, houve um decréscimo de 13,5%. Das vendas no período, 84% foram destinadas ao mercado local e 16% às exportações. Os principais destinos do material no exterior foram Argentina (37%) e Alemanha (27%).
Já a produção de aço bruto pela Usiminas no primeiro trimestre do ano somou 715 mil toneladas, queda de 3% na relação anual. No comparativo trimestral o recuo foi de 4%. O volume produzido de laminados foi de 1,074 milhão de toneladas, ampliação de 11% em um ano. Ante os três últimos meses de 2017 houve uma queda de 2%.