Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

ARENAS

Notícia da edição impressa de 19/04/2018. Alterada em 12/04 às 11h00min

Estádio Beira-Rio ganha novos espaços de entretenimento para torcedores

O Coreia resgata a nostalgia do antigo setor popular, onde os colorados assistiam aos jogos em pé

O Coreia resgata a nostalgia do antigo setor popular, onde os colorados assistiam aos jogos em pé


/MARCO QUINTANA/JC
Bruna Oliveira
Dois novos espaços no complexo Beira-Rio devem animar os torcedores colorados que gostam de curtir os momentos pré-jogos. O Coreia, novo ponto de entretenimento no entorno do estádio e composto por duas lojas, resgata a nostalgia do antigo setor popular onde os colorados assistiam aos jogos em pé.
Dois novos espaços no complexo Beira-Rio devem animar os torcedores colorados que gostam de curtir os momentos pré-jogos. O Coreia, novo ponto de entretenimento no entorno do estádio e composto por duas lojas, resgata a nostalgia do antigo setor popular onde os colorados assistiam aos jogos em pé.
O local, na definição do proprietário Bruno Zavarize Favero, "não é um bar, e sim um espaço de entretenimento". Além da cerveja em garrafa de litro, as apostas serão os três telões para transmissão de jogos e as mesas de Fla-Flu, pingue-pongue e futebol de botão para divertir a torcida.
Serão dois pontos do Coreia no entorno do Beira-Rio. O primeiro deles, localizado próximo à estátua do Fernandão e do portão 7, tem inauguração prevista para esta quarta-feira (11), durante partida da Copa do Brasil, entre Inter e Vitória, mas a abertura oficial deve ficar para o domingo (15), de acordo com Favero.
Já o segundo ponto ficará entre os portões 3 e 4, próximo à bandeira, mas este ainda não tem data para abrir. Os espaços ocupam o lugar de lojas que estavam fechadas.
"A ideia surgiu porque não existe mais um lugar onde a torcida se encontre no pré-jogo, como tinha antigamente. Faltava criar um ponto de encontro dos colorados com um serviço bacana", diz Favero.
A operação do Coreia é da Casamata, empresa que aposta em eventos do segmento esportivo, com expertise no futebol, e que já opera outros dois bares no Sunset, também do Complexo Beira-Rio, há quatro anos. O investimento foi de cerca de R$ 700 mil nos dois pontos do Coreia.