Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

comércio exterior

06/04/2018 - 09h15min. Alterada em 06/04 às 09h16min

Trump reitera que EUA não estão em guerra comercial com China

Segundo o presidente, apesar das tarifas sobre o alumínio, há uma diminuição nos preços de metal

Segundo o presidente, apesar das tarifas sobre o alumínio, há uma diminuição nos preços de metal


OLIVIER DOULIERY/AFP/JC
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reenviou uma mensagem em sua conta no Twitter há pouco, na qual afirma que seu país não está em guerra comercial com a China. Além disso, ele comentou que, apesar das tarifas sobre o alumínio, os preços do metal recuaram e disse que suas medidas devem gerar mais empregos.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reenviou uma mensagem em sua conta no Twitter há pouco, na qual afirma que seu país não está em guerra comercial com a China. Além disso, ele comentou que, apesar das tarifas sobre o alumínio, os preços do metal recuaram e disse que suas medidas devem gerar mais empregos.
Na mensagem retuitada nesta sexta (6), publicada inicialmente no dia 4, Trump nega a existência de uma guerra comercial com a China, dizendo que esta já foi perdida pelos EUA há tempos, por causa de pessoas "tolas ou incompetentes" que representaram o país no passado. "Agora nos temos um déficit comercial de US$ 500 bilhões ao ano, com roubo de propriedade intelectual de outros US$ 300 bilhões. Nós não podemos deixar isso continuar!", afirmou o presidente americano.
Além disso, Trump comentou, em mensagem nova, que, mesmo com a tarifas à importação de alumínio, os preços desse metal recuaram 4%. "As pessoas estão surpresas, eu não! Muito dinheiro está entrando nos cofres dos EUA e empregos, empregos, empregos!", disse Trump.