Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

03/04/2018 - 20h04min. Alterada em 03/04 às 20h20min

Na estreia em Nova Iorque, valor de mercado do Spotify atinge US$ 28 bilhões

As ações da companhia encerraram o pregão cotadas a US$ 149,01

As ações da companhia encerraram o pregão cotadas a US$ 149,01


Bryan R. Smith/AFP/JC
O serviço de streaming de música Spotify abriu capital na Bolsa de Valores de Nova Iorque (Nyse) nesta terça-feira (3), e as ações da companhia encerraram o pregão cotadas a US$ 149,01, alta de 12,89% em relação ao preço de referência estipulado pela Nyse de US$ 132. O valor de mercado da companhia passou para US$ 28 bilhões.
Ao contrário do que costuma ocorrer, o Spotify fez uma oferta pública direta de ações (DPO, na sigla em inglês), ao colocar suas ações no mercado sem o processo de leilão pelo preço das ações e sem a ajuda de um banco de investimento por trás. Esse foi o primeiro DPO realizado na Nyse. Com o processo, a empresa evitou o pagamento de milhões de dólares em taxas. Por não escolher um processo de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) tradicional, os papéis da empresa sueca não obtiveram um preço oficial de IPO. Em vez disso, a Nyse publicou um preço de referência de US$ 132 na noite de segunda-feira.
"O Spotify não está levantando capital e nossos acionistas e empregados já podem negociar e comprar nossas ações por anos", justificou o executivo-chefe Daniel Ek no blog oficial da companhia na segunda-feira, fazendo referência ao processo de DPO.
Apesar de não ter um banco como agente catalisador, as ações da empresa mostraram forte valorização, apesar de terem desacelerado ao longo do pregão: passando de alta de 21% para a faixa de avanço entre 12% e 15% em relação ao preço de referência. No entanto, instituições financeiras têm avaliações positivas quanto à empresa. O canadense RBC fixou US$ 220 como preço-alvo da ação do Spotify, com recomendação “outperform” (acima da média do mercado). Já a MKM Partners recomendou compra e definiu US$ 200 como preço-alvo da ação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia