Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Responsabilidade Social

Notícia da edição impressa de 23/04/2018. Alterada em 24/04 às 00h15min

Jovens especiais à espera de ajuda

Instituição acolhe portadores de lesões cerebrais profundas e deficiências motoras permanentes

Instituição acolhe portadores de lesões cerebrais profundas e deficiências motoras permanentes


/Fotos CASA DO MENINO JESUS DE PRAGA/DIVULGAÇÃO/JC
Eduardo Lesina
Valorização do ser humano e busca constante da melhoria da qualidade de vida são alguns dos valores que estão registrados no Código de Ética da Casa do Menino Jesus de Praga. A instituição, que acolhe portadores de lesões cerebrais profundas e deficiências motoras permanentes, foi fundada em 1984 pelo radialista e jornalista Fábio Rocco. Dentro dos seus 34 anos, a fundação mudou de sede algumas vezes. Neste ano, passou a ter um novo endereço: saiu do número 285 e foi para o número 420 da rua Nelson Zang, no bairro Intercap, em Porto Alegre. A mudança, que não foi somente geográfica, atingiu outros segmentos, visando à melhoria da instituição como um todo.
"Buscamos mudar alguns parâmetros da sede anterior", conta Viturugo Rinaldi de Miranda, membro do Conselho de Administração da casa. Essas mudanças refletiram também nas condições de infraestrutura da entidade. O terreno da nova sede foi cedido pela prefeitura de Porto Alegre em 2003, e transformou os 700 m² da sede anterior em 4,7 mil m² do novo endereço. O novo espaço deu oportunidade para a fundação aprimorar o seu tratamento com os acolhidos, principalmente na área de recuperação motora dos residentes - inovação dentro da realidade da organização. "Hoje, estamos oferecendo tratamento de primeira linha nas áreas de fisioterapia e recuperação e, em no máximo 60 dias, inauguraremos o setor de hidroterapia", aponta Miranda. A coordenadora de comunicação, Carolina Monteiro Volpatto, faz o balanço dos novos atributos da instituição: "Nunca estivemos tão bem em relação à qualidade de atendimento, saúde e recuperação dessas crianças".
Além das melhorias na infraestrutura, o corpo de funcionários da Casa Menino Jesus de Praga também foi aprimorado. A equipe agora conta com um grupo de enfermeiros e técnicos em enfermagem, 24 horas à disposição dos acolhidos. Além disso, ainda compõem o quadro de funcionários médicos generalistas e especializados, odontologistas, oftalmologistas, psicólogos, assistentes sociais, operadores de lavanderia, cozinheiros e auxiliares administrativos e de serviços gerais.
Hoje, a casa conta com 70 funcionários remunerados, exclusivos da área de saúde, e 104 voluntários. Desse modo, os serviços prestados pela casa podem passar um período maior de tempo sendo utilizados, como é o caso da cozinha, que, na nova sede, passou a funcionar 24 horas por dia. Já os voluntários pertencem às mais diversas áreas e compõe outros setores dentro da casa.
Voluntária há 12 anos no projeto, Gilda Cardoso é a responsável pelo brechó realizado semanalmente, nas quartas-feiras, das 13h30min às 17h; e no segundo sábado de cada mês, das 10h às 17h, na própria casa. Gilda também é a fundadora do setor de costura: "apresentei o projeto em uma reunião, e a direção aderiu". Para ser voluntário no setor, não precisa saber costurar, pois Gilda também ensina a profissão para os ajudantes. O brechó da casa apresenta uma grande variedade de roupas, calçados e outros itens, como brinquedos e bijuterias, e é mais uma forma de angariar fundos para a entidade.
"Todas as crianças que são acolhidas por nós vêm através da justiça", comenta Flávio Gil Victória de Oliveira, membro do Comitê Gestor Financeiro da casa. Os acolhidos pela instituição vão de 0 a 15 anos e são levados à casa por ordem judicial, nos casos em que a família não teve estabilidade emocional ou abandonou a criança. Na sede nova, são cerca de 50 habitantes, que podem receber um tratamento adequado às suas condições. A quantidade de pacientes varia de acordo com a necessidade de tratamento de cada um, mas a casa estuda aumentar esse número.

Formas de contribuição

A fundação se mantém em funcionamento apenas com doações e parcerias. Mesmo tendo parcerias com a secretaria da saúde e com empresas privadas, o que movimenta financeiramente a casa é a ajuda da população. As doações podem ser esporádicas ou mensais, sendo estas as que mais contribuem para o grande problema financeiro da casa: vencer a folha de pagamento. Para isso, as doações mensais são imprescindíveis, uma vez que elas garantem a estabilidade financeira do projeto.
Neste ano, a Casa do Menino Jesus de Praga inaugurou um canal específico para informações sobre doações, no telefone (51) 3352-9589, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h. A casa também pode ser contatada no e-mail doar@casadomenino.org.br.

Doações, instituição apresenta oito formas distintas:

  • Pagseguro: para doações únicas ou assinaturas mensais
  • DOCs mensais: após solicitação do documento junto à casa, serve como garantia de ganhos à entidade
  • Funcriança: programa federal no qual pessoas físicas e jurídicas abatem o valor diretamente do Imposto de Renda
  • Doações urgentes: materiais de maior necessidade, como medicamentos, alimentos, suplementos alimentares e produtos de limpeza
  • Transferência bancária
  • Débito em conta
  • Boletos bancários

Dados para depósito bancário:

  • Itaú: Agência 0897 | Conta: 64100-7
  • Banco do Brasil: Agência 5745-2 | Conta: 11287-9
  • Santander: Agência 1022 | Conta: 1300156-1
  • Caixa Econômica Federal: Agência 3460 | Op. 003 | Conta: 000411-6
  • Banrisul: Agência 0100 | Conta: 06.181528.0-8
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia