Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 23 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

fraude

23/03/2018 - 11h11min. Alterada em 23/03 às 11h11min

Operação da PF combate tráfico internacional de drogas no Paraná

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e oito de busca e apreensão do grupo investigado

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e oito de busca e apreensão do grupo investigado


POL/Divulgação/PF
Agência Brasil
Um grupo criminoso responsável por tráfico internacional de drogas foi desarticulado nesta sexta-feira (23) pela Polícia Federal (PF), após investigações iniciadas em abril de 2016. Nesse período, segundo a PF, cinco pessoas foram presas em flagrante e foram apreendidos 162 quilos (kg) de cocaína, 32 kg de crack e 154 kg de maconha. Os policiais recolheram ainda uma pistola 9 milímetros.
As investigações conduzidas pela Operação Jacutinga apuraram que os suspeitos traziam, pela tríplice fronteira com Paraguai e Argentina, as drogas para o Brasil e as enviavam para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O nome da operação é uma referência a uma ave típica da região rural de São Miguel do Iguaçu, cidade vizinha a Foz do Iguaçu, no Paraná, onde os investigados são baseados e têm uma chácara.
O grupo investigado, formado por três pessoas da mesma família transportava a droga em compartimentos previamente preparados na lataria dos veículos como no teto e nos para-lamas. Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e oito de busca e apreensão
As ações ocorrem em endereços nas cidades de Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu e Cascavel, no Paraná. Além do grupo principal, as investigações identificaram um núcleo secundário, envolvido em uma apreensão de 40 kg de maconha na cidade de Cascavel, ocorrida em abril do ano passado, quando uma pessoa foi presa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia