Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

protestos

02/03/2018 - 16h22min. Alterada em 02/03 às 16h23min

Manifestantes pedem solução da prefeitura a problema de moradia em Porto Alegre

Grupo de manifestantes faz parte da ocupação de residencial no bairro Sarandi

Grupo de manifestantes faz parte da ocupação de residencial no bairro Sarandi


PATRICIA COMUNELLO/ESPECIAL/JC
Ocupantes de um residencial da zona Norte de Porto Alegre realizam, na tarde desta sexta-feira (2), um protesto no Centro de Porto Alegre, ao lado do Paço Municipal. Homens, mulheres, jovens e crianças já vinham realizado manifestação desde a manhã e, agora à tarde, fazem ato se posicionando sobre a faixa de segurança cada vez que a sinaleira fecha, ao lado da prefeitura.
Os manifestantes portam cartazes cobrando uma solução do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) para o problema de moradia. “Queremos moradia”, gritam em coro. “Ô Marchezan cadê você, tamos aqui para resolver”. Os integrantes do protesto também gritam “Fora Marchezan”.
O grupo faz parte da ocupação de um residencial na rua Nosso Senhor do Bom Fim, no bairro Sarandi. Segundo a integrante Aline dos Santos Soares, são 364 famílias que saíram de aluguel e áreas irregulares e entraram em apartamentos de projeto do Dehmab e Caixa há um ano e quatro meses. Ela diz que foram avisados de que haverá reintegração de posse na próxima terça-feira (6).
“Querem nos tirar de lá para levar as famílias da vila Nazaré, que estão na área onde vai ter a obra do aeroporto”, diz Aline. Os moradores da Nazaré estão em terreno que terá de ser liberado para que a nova concessionária, a alemã Fraport, execute a ampliação da pista de pouso e descolagem do Aeroporto Salgado Filho. A ampliação faz parte do contrato.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia