Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Transportes

Notícia da edição impressa de 02/03/2018. Alterada em 02/03 às 08h34min

Prefeitura de Porto Alegre propõe aumentar passagem de ônibus para R$ 4,50

O valor proposto fica próximo ao que as empresas apresentaram de aumento

O valor proposto fica próximo ao que as empresas apresentaram de aumento


CLAITON DORNELLES/JC
A prefeitura de Porto Alegre encaminhou, nesta quinta-feira (2), o parecer do cálculo da tarifa técnica dos ônibus ao Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu) que eleva a passagem dos atuais R$ 4,05 para R$ 4,50. O aumento é de 11%. O valor fica próximo ao que as empresas de ônibus apresentaram como proposta à Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), que foi de R$ 4,54.
Para reduzir o nível de aumento, o prefeito Nelson Marchezan (PSDB) quer que o conselho analise o fim da segunda passagem gratuita para usuário do TRI, o que elevaria a tarifa a R$ 4,30. Hoje há decisão da Justiça que impede esta cobrança. 
Junto com a planilha com os cálculos previstos em lei para o Comtu analisar o reajuste, a EPTC e a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) propuseram que o conselho delibere sobre as mudanças na legislação que poderão reduzir o valor da passagem. O Comtu terá sete dias para fazer a análise. O resultado será enviado para sanção do prefeito.
O Executivo submeteu também para análise os impactos referentes aos projetos de lei enviados à Câmara de Vereadores em julho de 2017. Conforme a prefeitura, a tarifa da Capital pode ser reduzida para uma faixa entre R$ 4 ,00 e R$ 4,25, caso todos os projetos sejam aprovados. A prefeitura também pede o posicionamento do Comtu com relação a outras medidas, entre elas, a possibilidade de as empresas concederem desconto em horários diferenciados, como, por exemplo, entre as 22h e 5h, e para usuários do cartão TRI Passe Antecipado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia