Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

inter

Alterada em 26/03 às 11h56min

Pouco aproveitado e alvo de sondagens, Camilo pode deixar o Inter

Com 32 anos, Camilo disputou oito partidas neste ano e não marcou gols

Com 32 anos, Camilo disputou oito partidas neste ano e não marcou gols


RICARDO DUARTE/DIVULGAÇÃO/JC
Folhapress
Camilo perdeu espaço no Inter. Depois de começar o ano como titular, o ex-botafoguense virou reserva e até o status de reposição imediata. Em baixa e alvo de uma série de sondagens, o jogador pode deixar o clube dependendo da proposta apresentada.
Com 32 anos, Camilo disputou oito partidas neste ano. Soma 380 minutos em campo e não marcou gols. Na temporada passada, disputou 20 jogos e também não balançou as redes rivais.
No início do ano, o plano do técnico Odair Hellmann era utilizá-lo ao lado de D'Alessandro na criação de jogadas. Atuaria aberto pela esquerda, como fez alguns jogos no encerramento da Série B do Campeonato Brasileiro de 2017.
Mas os primeiros compromissos foram atrapalhados por uma lesão na panturrilha. Quando atuou, Camilo não conseguiu render o esperado e logo perdeu posto para Patrick ou mesmo Edenílson, que foi adiantado em alguns jogos. Não voltou ao time.
Após se recuperar, Camilo passou a atuar sempre com o time reserva e na vaga que entre os titulares é de D'Alessandro. E a mudança de esquema proposta por Odair nos últimos jogos do Colorado ainda tendem a dificultar mais a vida dele. Em vez do 4-2-3-1, em que Camilo ocupava o centro da armação quando D'Alessandro não jogava, o 4-1-4-1 obrigaria ele a atuar aberto, posição longe de ser sua preferência.
Enquanto isso, ao menos três clubes já aparecem como interessados: Botafogo, Fluminense e Coritiba. Nenhum deles fez oferta oficial ao Inter, mas segundo apurou o UOL Esporte, uma condição de transferência é atuar em um time que dispute a Série A. Ou seja, o Coxa já estaria rejeitado.
O estafe de Camilo trabalha pela melhor condição do atleta. Não apresentará nada ao Internacional até que tenha propostas concretas e que possam soar positivas a ambas as partes. O Inter admite ouvir ofertas pelo jogador, até para liberar espaço ao crescimento de Juan Alano, que cresceu bastante no primeiro semestre e ocupa faixa semelhante de campo.
O vínculo do jogador com o Colorado vai até julho de 2019 e o Inter já trabalha de olho nas competições até a conclusão do ano. Recentemente firmou as chegadas de Fabiano, do Palmeiras, e Rossi, do futebol chinês. Ainda aguarda a recuperação de Rithely, egresso do Sport, para concretizar sua contratação. O prazo para isso é de 90 dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia