Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 03 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Tênis

03/03/2018 - 18h35min. Alterada em 03/03 às 18h41min

Chileno surpreende algoz de brasileiros e decide Brasil Open com Fognini

Sensação da gira sul-americana de saibro, o chileno Nicolas Jarry fez mais uma vítima neste sábado (3). O tenista de 22 anos derrotou o argentino Horacio Zeballos pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/4 e 6/4, e avançou à final do Brasil Open. Com o triunfo de virada no ginásio de Ibirapuera, o atual 73º do ranking disputará sua primeira decisão de nível ATP em simples na carreira. Seu adversário será o experiente italiano Fabio Fognini.
Jarry vem surpreendendo nesta temporada porque antes deste ano nunca havia obtido uma vitória em nível ATP. Isso aconteceu no Torneio de Pune, na Índia, em janeiro. Depois disso, foi até as quartas de final em Quito, alcançou a semifinal no Rio Open e agora tem garantida presença em sua primeira final da carreira.
Para tanto, precisou buscar neste sábado sua sexta vitória de virada no ano. Em São Paulo, foi a segunda seguida, sendo que a anterior foi sobre o espanhol Albert Ramos-Viñolas, que era o cabeça de chave número 1 do Brasil Open.
Neste sábado, o chileno teve pela frente Zeballos, atual 69º do ranking e um dos mais consistentes da competição até então. Em seu caminho até a semifinal, o argentino eliminara os brasileiros Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva, este na noite passada.
Zeballos e Jarry fizeram um primeiro set marcado pelo equilíbrio. O argentino esbanjava consistência do fundo de quadra, enquanto o chileno brilhava no saque, com disparos de até 220km/h. Assim, ambos fechavam seus games de saque com facilidade.
Tanto que não houve break point em toda a parcial. No tie-break, porém, Jarry acumulou erros bobos que custaram caro e Zeballos fechou a parcial.
O segundo set manteve o duelo parelho nos primeiros games. Argentino e chileno raramente davam margem para o rival vislumbrar a quebra. Até que, no nono game, Zeballos abusou dos erros e permitiu a primeira quebra da partida. Em seguida, Jarry não desperdiçou a oportunidade e venceu o set, empatando o confronto.
O embalo não foi interrompido pelo intervalo entre o segundo e o terceiro set. Jarry começou melhor a última parcial e passou a pressionar o serviço do argentino com frequência. Zeballos salvou break points em seu primeiro game de saque, mas acabou cedendo a quebra em seguida. Jarry, então, sustentou a vantagem até fechar o set e a partida, após 2h06min de duelo.
Mais cedo, Fognini despachou o uruguaio Pablo Cuevas, atual tricampeão do Brasil Open. Cuevas vinha de 15 vitórias consecutivas no saibro da competição paulistana. Porém, foi batido em sets diretos neste sábado. A final deste domingo está marcada para as 12h30min.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia