Porto Alegre, quarta-feira, 14 de março de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

INDÚSTRIA MOVELEIRA

Notícia da edição impressa de 15/03/2018. Alterada em 14/03 às 22h09min

Designers elegem a funcionalidade para desenvolver novos projetos

Alta do mercado pet inspirou a criação de móveis com arranhadores

Alta do mercado pet inspirou a criação de móveis com arranhadores


/LUIZA PRADO/JC
Carolina Hickmann, de Bento Gonçalves
Tendências como o aumento de números de pets nos lares, o maior volume de compras pelos e-commerces e a menor metragem de casas e apartamentos foram levadas em conta pelas empresas que realizaram lançamentos de produtos na 21ª Movelsul. A feira, que conta com, pelo menos, 50 novidades em móveis e decorações, acontece nos pavilhões da Fenavinho, em Bento Gonçalves, e se estende até as 20h de hoje, com abertura dos portões ao meio-dia.
Investir em novos designes e produtos em um ano de retomada econômica pode não ser confortável em um segmento bastante atingido pela recessão como o moveleiro. Por isso, empresas como a BRV Móveis optaram por realizar lançamentos direcionados pelo varejo. Um dos produtos que estreou na feira pela marca foi demandado pela loja Oppa Design e trata-se de mesas de cabeceira nas opções de arranhadores para gatos ou casas para cães. A design do produto, Natalia Penteado, que faz parte da área de criação da BRV, explica que, com a diretriz do que o consumidor demanda do comércio, é mais simples desenvolver produtos. "Assim, estamos direcionados às necessidades do consumidor final e podemos nos atentar mais a questões de composição de design dos móveis", relata.
A linha pet da BRV faz parte dos mais de 50 lançamentos realizados na Movelsul a partir do Projeto Varejo, novidade nesta edição da feira, que busca aproximar os elos da cadeia. Foram elencadas oito redes lojistas que responderam a questões sobre características de produtos que estavam faltando em loja. "Cada vez mais, o design está aproximado da funcionalidade, esta é uma tendência que observamos na pesquisa realizada junto ao varejo para a construção do projeto", relata o presidente do Sindmóveis, Edson Pelicioli. Neste sentido, diz, a venda on-line também gera impactos no design do produto. "Cada vez mais, o consumidor busca o e-commerce, especialmente para a parte de complementos", destaca.
Observando este caminho sem volta, a BRV também trouxe o protótipo de móveis encaixáveis para a mostra a partir de sua linha Easy - palavra que significa "fácil" em inglês e denota a intenção da marca com este design. "A ideia é facilitar a montagem das peças para aquele consumidor que adquire móveis pelos e-commerces credenciados, não há pregos ou parafusos, apenas encaixes", salienta a representante comercial da BRV, Tamires Pizzatto. O produto, que deve ser lançado apenas em junho, estará disponível em suas versões como mesa de centro, escrivaninha, mesa de cabeceira e rack. A padronagem e a cor das peças, no futuro, serão customizáveis a partir da demanda do consumidor junto à fábrica.
No estande da Politorno Móveis, a tendência de encurtamento de metragem dos lares foi decisiva para o desenvolvimento do armário multiuso Goiás. O responsável pelo marketing do grupo, Thiago Sacchett, explica que o produto serve para armazenamento de itens e tem uma mesa retrátil que, quando fechada, atua como porta do móvel. Além disso, a peça, como outros itens da marca, tem utilização em diversos cômodos da casa, como quarto, sala e cozinha. "As casas estão cada vez menores, e é necessária a otimização de espaços. Pensando nisso, desenvolvemos este produto", ressalta. Sacchett diz que o item é bastante demandado e tem grande serventia para repúblicas de estudantes, uma vez que a porta do armário é trancada a chaves.

Peças assinadas com preços mais acessíveis

Cátia relata a grande procura pelas cadeiras produzidas pela marca
Cátia relata a grande procura pelas cadeiras produzidas pela marca
/LUIZA PRADO/JC
O movimento de popularização de produtos assinados faz parte da democratização do design. Marcas como a Prima, que tem foco em cadeiras de designers, são bastante demandadas na 21ª Movelsul graças ao seu diferencial de preço. A diretora da Prima, Cátia Scarton, relata a grande procura pelos produtos. "As peças são diferenciadas por seu design inovador e seu preço acessível", explica. Suas cadeiras variam entre
R$ 200,00 e R$ 800,00 para o varejo, já as comercializadas comumente levando nome de grandes autores têm os preços iniciados em, ao menos, R$ 2 mil. A marca conta com nomes do design como Ariel Missio, Bernardo Senna, Eulália Anselmo, Flávia Pagotti, José Marton, Menini Nicola e Nicole Tomazi.
Já a designer Marta Menente assina lançamentos na Madelustre, em coleção que harmoniza a iluminação em vidros soprados venezianos com materiais contemporâneos, como couro, metal dourado e madeira. O grande sucesso do estande são os cachepots de vidro assinados pela designer, com preços entre R$ 300,00 e
R$ 800,00. Como protótipo, a Madelustre expõe uma luminária com carregador USB, que está em processo de validação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia