Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 22/03 às 00h45min

Banco Central da China eleva para 2,55% juros interbancários de referência de 7 dias

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) elevou os juros de curto prazo do sistema interbancário em 0,05 ponto porcentual. A taxa de recompra reversa de sete dias passou de 2,50% para 2,55%. O movimento do PBoC vem na esteira da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que elevou a taxa de juros em 0,25 ponto porcentual na tarde desta quarta-feira para a faixa entre 1,50% e 1,75%.
O PBoC usa os acordos de recompra reversa de bônus em suas operações diárias de mercado de capitais, em um esforço para ajustar o fornecimento de caixa ao sistema financeiro da China. Oficialmente, o banco central chinês ainda considera suas taxas de empréstimo e de depósito de um ano como as taxas de referência da política monetária, embora a relevância das taxas de empréstimo tenha diminuído enquanto os mercados financeiros da China se expandiam e os ciclos econômicos aceleravam.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia