Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 22/03/2018. Alterada em 21/03 às 20h46min

Após Brasil, UE aprova fusão entre Bayer e Monsanto

A Bayer obteve ontem a aprovação da União Europeia para a aquisição da Monsanto por US$ 62,5 bilhões, com a condição de resolver a sobreposição de atividades em setores como sementes ou a agricultura digital. O acordo deve criar uma empresa com o controle de mais de um quarto do mercado mundial de sementes e pesticidas.
Bruxelas abriu, em 22 de agosto de 2017, uma investigação sobre a aquisição da empresa americana especializada em pesticidas pela Bayer, por temer que a operação reduzisse a concorrência em um mercado já concentrado. A empresa alemã se comprometeu, durante a investigação, a ceder atividades e ativos no setor de sementes e pesticidas para evitar duplicidades com a Monsanto, assim como a conceder uma licença em sua carteira de produtos no setor de agricultura digital. Em outubro, a Bayer propôs vender as atividades agroquímicas para a alemã Basf, uma transação que a Comissão Europeia examina atualmente e que considera que mitiga as preocupações.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia