Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 05/03 às 20h09min

Bolsas de Nova Iorque fecham em alta, encerrando série de cinco perdas consecutivas

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta consistente nesta segunda-feira (5) encerrando uma série de cinco perdas consecutivas, em meio a temores de uma possível guerra comercial após o anúncio do presidente Donald Trump de planos de impor tarifas sobre as importações de aço e alumínio.
O índice Dow Jones fechou em alta de 1,37%, aos 24.874,76 pontos; o S&P 500 subiu 1,10%, para 2.720,94 pontos; e o Nasdaq avançou 1%, encerrando aos 7.330,70 pontos.
Vários investidores disseram hoje que a ameaça de uma guerra comercial por causa dos planos de tarifação diminuiu levemente, ao passo em que autoridades do governo americano, incluindo o secretário do Comércio, Wilbur Ross, minimizavam preocupações, em aparições na TV.
A oposição ao plano de Trump aumentou dentro do próprio Partido Republicano, após o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, pedir para que a Casa Branca abandonasse a ideia de tarifação de metais, enquanto outros partidários expressavam suas preocupações em uma carta ao presidente.
"As questões comerciais são parte do desconhecido", disse Mark Stoeckle, executivo-chefe da Adams Funds. "É difícil saber dentro deste governo se essa é uma postura de negociação ou uma determinação que eles não estão dispostos a alterar."
As ações de grandes indústrias e bancos ajudaram a puxar os índices, com muitos investidores usando o recente tombo das bolsas para comprar títulos mais baratos, segundo analistas.
As ações da Boeing subiram 2,3%, as da Caterpillar ganharam 3,2% e as da General Electric (GE) avançaram 2,1%. Entre os bancos o J.P. Morgan subiu 1,54% e o Goldman Sachs ganhou 1,94%.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia