Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

05/03/2018 - 17h13min. Alterada em 05/03 às 17h13min

Ouro fecha em queda pressionado por dólar mais forte

O contrato futuro do ouro fechou em queda nesta segunda-feira, na esteira de uma alta consistente na última sexta-feira, pressionado pelo avanço do dólar e pelo bom desempenho do mercado acionário em Nova Iorque.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para abril teve queda de US$ 3,50 (0,3%), a US$ 1.319,90 a onça-troy.
Na última sexta-feira, o ouro, que é considerado um investimento seguro em tempos de incerteza, subiu 1,39% em meio a temores de que os planos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de impor tarifas às importações de aço e alumínio provocassem uma guerra comercial.
Essas preocupações fizeram com que o dólar recuasse, tornando os contratos de vários ativos mais baratos para investidores de outros países. Nesta segunda, no entanto, o dólar vem se recuperando, causando pressão no ouro.
Além disso, as bolsas de Nova Iorque sobem de maneira consistente, num sinal de que há um certo apetite pelo risco que acaba pesando no contrato do ouro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia