Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 19/03/2018. Alterada em 18/03 às 21h12min

Frases e personagens

Raul Pont

Raul Pont


MARCELO G. RIBEIRO/JC
"Em um Brasil com tanta desigualdade e problemas, fica difícil que as pessoas não critiquem o auxílio-moradia pago a categorias do Judiciário." Raul Pont (PT), ex-prefeito de Porto Alegre e ex-deputado.
"Eu mesmo, na aposentadoria do INSS que recebo, estou quase alcançando o auxílio-moradia pago aos juízes e a outras categorias." Também Raul Pont.
"Até sexta-feira, 15/3, 3.231.490 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita. A expectativa é de que 28,8 milhões de contribuintes entreguem a declaração." Joaquim Adir, auditor-fiscal, supervisor nacional do IR.
"Tudo tem que ser apurado no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista. Saber quem foram os executantes, se existem mandantes e a quem estão relacionados, além de puni-los." Raul Jungmann (PPS), ministro da Segurança Pública.
"Temos que colocá-los na cadeia, seja quem for. Uma coisa é você se sentir incomodado e discordar, outra coisa é tirar a vida de uma pessoa, e isso tem que ser punido, seja de dentro ou de fora da polícia. Tem que pagar por esse crime bárbaro." Também Raul Jungmann.
"Sejam policiais ou não, os assassinos de Marielle são bandidos assassinos. Mas são bandidos 'politizados', pois mataram um quadro político de um partido de esquerda. Bandidos politizados têm nome: fascistas." Tarso Genro (PT), ex-governador.
"O Brasil acelera as negociações com a União Europeia para fechar um acordo de livre comércio com o Mercosul. Também iniciou conversas com o Reino Unido para um acordo após a sua saída do bloco europeu." Henrique Meirelles, ministro da Fazenda.
"Temer terá que provar que a mala de dinheiro não existiu". Rodrigo Janot, ex-procurador da República, atualmente lecionando em Bogotá.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia