Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Corrupção

23/02/2018 - 16h30min. Alterada em 23/02 às 16h31min

Fórum da Liberdade reunirá Sérgio Moro e Antônio Di Pietro, da Operação Mãos Limpas

Sérgio Moro será um dos painelistas do evento que acontece em Porto Alegre em abril

Sérgio Moro será um dos painelistas do evento que acontece em Porto Alegre em abril


MARCELO G. RIBEIRO/JC
A próxima edição do Fórum da Liberdade vai colocar frente a frente duas personalidades jurídicas envolvidas no julgamento de casos de corrupção de grande repercussão mundial. O juiz federal Sérgio Moro e o ex-promotor italiano, Antonio Di Pietro, irão dividir o palco do evento que acontece nos dias 9 e 10 de abril no Centro de Eventos da Pucrs, em Porto Alegre.
Moro é o juiz responsável em Curitiba pela Operação Lava Jato. Já Antonio Di Pietro, ficou conhecido mundialmente como o principal promotor da Operação Mãos Limpas, investigação que revelou um esquema de corrupção entre políticos e empresários italianos nos anos 1990.
Em 2016, o Jornal do Comércio convidou um cientista político italiano para fazer uma comparação das diferenças e semelhanças dos movimentos de combate a corrupção nos dois países.
O Fórum da Liberdade é promovido anualmente desde 1988 pelo Instituto de Estudos Empresariais, entidade focada na defesa dos valores da economia de mercado e da livre-iniciativa. O tema deste ano do evento será a "A Voz da Mudança". Além de Moro e Di Pietro, estão confirmados como palestrantes o ex-técnico de vôlei Bernardinho, o empresário Flávio Rocha, o escritor Jorge Caldeira e a economista norte-americana Deidre McCloskey. As inscrições para o evento podem ser feitas pelo site forumdaliberdade.com.br.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Jeane Hübler 10/04/2018 19h12min
Dedico esse parte do nosso belo Hino Nacional ao excelentíssimo juiz Sergio Moro, todo o meu respeito, nós brasileiros estamos honrados por tê-lo como defensor da nossa Pátria. Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge à luta. Nem teme, quem te adora, a própria morte. Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil Pátria amada Brasil.
Gustavo Dias do Canto 23/02/2018 21h17min
Ser um juiz justiceiro e ter o repeito da sociedade é uma coisa, ser um juiz sem o censo da justiça social é outra. Os 26,4 de desempregados por Moro um dia cobrarão desse juiz inconsequente. Vai ter que explicar também por que recebe auxilio moradia, possuindo residência própria e por que não entrega sua mulher, uma ladra contumaz, à justiça.