Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

Notícia da edição impressa de 27/02/2018. Alterada em 26/02 às 21h36min

Sem Arthur, Grêmio inicia luta pelo tetra

Ramiro retorna ao time após cumprir suspensão nos jogos da Recopa

Ramiro retorna ao time após cumprir suspensão nos jogos da Recopa


/LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
O Grêmio inicia hoje, às 19h15min, a luta pelo tetracampeonato da Libertadores da América. O primeiro passo na busca pelo título será em Montevidéu, diante do Defensor, no estádio Luis Franzini. Para este confronto, Renato Portaluppi não contará com Arthur. Mesmo que o volante esteja treinando normalmente, o técnico afirmou que ainda lhe falta confiança.
Ontem, o grupo realizou o último treino antes da partida, já em solo uruguaio. A equipe trabalhou por uma hora em Los Céspedes, CT do Nacional. Portaluppi não deu nenhuma indicação da escalação.
A tendência é de que o time seja basicamente o mesmo que começou o duelo final da Recopa Sul-Americana, sagrando-se bicampeão ao bater o Independiente nos pênaltis - exceto pelo retorno de Ramiro, após cumprir suspensão pela expulsão na final da última Libertadores. Sem contar com Léo Moura, Madson, recuperado de lesão, retoma a titularidade. A provável escalação tricolor: Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Luan e Everton; Cícero.
Ainda pelo Grupo 1, no mesmo horário, o Monagas, da Venezuela, recebe os paraguaios do Cerro Porteño.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 27/02/2018 10h18min
POTREIROS, ESTÁDIOS E ARENA DE FUTEBOL!!! O Grêmio que se cuide hoje lá no Potreiro do Defensor Del Uruguay, tendo em vista que este campo está quase como o Olímpico Monumental atual, ou seja, sem condições para prática de futebol ainda mais pela LBA. Mas, como os jogadores são muito bem pagos para encarar qualquer tipo de campo, o mínimo que eles precisam fazer é saber jogar bola, rolar ela com carinho e respeito de pé em pé ao natural como estivessem andando de bicicleta. Ela jamais vai se opuser aos maus tratos até mesmo por que ela não fala, mas é redonda, mas pune quem erra feio, e nas redes sociais é chamado de Bola Murcha. Um estádio de futebol vazio já é lindo de ser ver, imagina cheinho de torcedores felizes querendo ver muitos GOLSSSS. A bola nunca reclama de nada e até permite ser chutada, levantada, cabeceada, pegada com a mão pelo goleiro, na cobrança de um lateral, mas gosta mais é adentrar no GOL adversário. É maravilhoso quando um jogador de futebol consegue respeitar este cenário jogando e encantado que assiste, fazendo jogadas que nem ele sabia que poderia fazer. Vai entender, tem atleta que só pode se assustar quando entra numa obra de arte desta cheia de energias boas para ele, e fica apanhando da Bola dentro do campo. É, mas nem sempre os vinte e dois jogadores, quem sabe 28 conforme o andamento do jogo são craques de Bola. Os caras conseguem lutar, se agarrar, se empurrar, derrubar, brigar, chutar o gramado ao invés da coitada da Bola. Assim é a vida dentro de um Potreiro, Estádio, Arena de Futebol que estão sempre ali quietinhos, carentes e loucos para ver gente que curte FUTEBOL na PAZ, comemorar muitos GOLS através do seu TIME do CORAÇÃO. Abs. Dorian Bueno, POA