Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Liga dos Campeões

Notícia da edição impressa de 22/02/2018. Alterada em 22/02 às 01h36min

Alisson brilha, mas Fred marca e Shakhtar Donetsk vira sobre a Roma

Ex-colorado foi cercado pelos companheiros ao marcar o gol da vitória

Ex-colorado foi cercado pelos companheiros ao marcar o gol da vitória


/GENYA SAVILOV/AFP/JC
O Shakhtar Donetsk suou, mas venceu Alisson e a Roma ontem para largar na frente nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Apesar da grande atuação do goleiro da seleção brasileira, o time ucraniano virou sobre o rival no estádio Metalist, em Kharkiv, na Ucrânia, fez 2 a 1 e deu importante passo na briga por uma vaga nas quartas.
Alisson mostrou por que é o titular do técnico Tite para a Copa do Mundo da Rússia e realizou grandes defesas no segundo tempo, mas nada pôde fazer diante de um ex-companheiro de Inter. O volante Fred fez o gol da virada em linda cobrança de falta e ganhou mais um motivo para também seguir sonhando com uma vaga na seleção que vai à Rússia.
Taison também teve boa atuação e liderou a virada do Shakhtar na etapa final. Com o resultado, o time ucraniano pode até empatar na partida de volta, no dia 13 de março, no estádio Olímpico, em Roma, que avançará às quartas de final. Se perder por um gol de diferença, precisará marcar pelo menos dois se quiser garantir a vaga.
Foram dois tempos bem distintos. No primeiro, a Roma diminuiu o ritmo do jogo, controlou o ataque adversário e, por mais que não tivesse a posse de bola, criou as principais chances. Aos 40 minutos, Dzeko deu uma enfiada perfeita para Cengiz Ünder, que finalizou firme, abrindo o placar. Já na etapa final, o Shakhtar dominou os italianos. Logo aos seis minutos, Rakitsky deu lançamento longo para Facundo Ferreyra. O argentino fez lindo corte em Manolas e tocou na saída do goleiro. A virada veio nos pés de Fred. Aos 25, o ex-colorado cobrou falta com perfeição e deu números finais ao duelo.
Na outra partida disputada ontem, o Sevilla foi superior ao Manchester United e até merecia ter saído de campo com a vitória, mas nem o time espanhol, nem seus torcedores, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, contavam com uma atuação inspiradíssima do compatriota De Gea. Ele fechou o gol inglês e assegurou o 0 a 0. A partida de volta também será disputada no dia 13.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia