Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

combustíveis

26/02/2018 - 20h45min. Alterada em 26/02 às 20h45min

Meirelles confirma estudos sobre preço do gás para baixa renda

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou que a equipe econômica estuda medida para tentar reduzir o preço do gás de cozinha. "Estamos estudando, sim, e quando ficar pronto a gente anuncia", disse o ministro ao deixar a posse do novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Batista Brito Pereira.
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou que a equipe econômica estuda medida para tentar reduzir o preço do gás de cozinha. "Estamos estudando, sim, e quando ficar pronto a gente anuncia", disse o ministro ao deixar a posse do novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Batista Brito Pereira.
No começo do mês, o presidente Michel Temer anunciou em entrevista que havia pedido à área técnica do governo estudos que permitam redução no preço do gás de cozinha para beneficiar famílias de baixa renda. Embora o modelo estudado não passe por subsídio ao preço do botijão de 13 kg, uma das ideias é introduzir esse valor no Bolsa Família. Seria uma forma de elevar o valor do benefício, que já estava sendo estudado pelo governo, só que direcionado para o gás de cozinha. O governo informou ainda que não pensa em adotar medidas como vale gás ou uma redução para todos os consumidores.