Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

sistema financeiro

Alterada em 02/02 às 11h09min

Volume financeiro deve crescer entre 5% e 7% em 2018, aponta Cielo

Credenciadora também projeta aumento entre 2% a 4% nos custos e despesas totais da operação

Credenciadora também projeta aumento entre 2% a 4% nos custos e despesas totais da operação


MARCO QUINTANA/JC
A Cielo divulgou na manhã desta sexta-feira (2), em fato relevante, seus guidances de desempenho para este ano. A credenciadora, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, espera registrar um aumento entre 5% e 7% no volume financeiro em 2018, considerando crédito e débito.
No ano, a empresa também prevê investir (Capex) entre R$ 300 milhões a R$ 400 milhões na compra de terminais de captura e projeta aumento entre 2% a 4% nos custos e despesas totais da operação Brasil e da Cateno, joint venture com o Banco do Brasil.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia