Porto Alegre, segunda-feira, 16 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Mercado Financeiro

01/02/2018 - 11h34min. Alterada em 01/02 às 11h34min

Bovespa abre em alta, mas Bradesco limita ganhos após balanço

A Bovespa abriu em alta nesta quinta-feira (1), dando continuidade à trajetória da véspera. No entanto, os ganhos são limitados pelas ações do Bradesco, que recuam na contramão das outras blue chips.
A Bovespa abriu em alta nesta quinta-feira (1), dando continuidade à trajetória da véspera. No entanto, os ganhos são limitados pelas ações do Bradesco, que recuam na contramão das outras blue chips.
O banco divulgou no período da manhã seu resultado do quarto trimestre do ano passado. O banco reportou crescimento de 10,9% do lucro líquido recorrente no período em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, somando R$ 4,862 bilhões. Ante o resultado dos três meses anteriores, o montante foi 1,1% superior. 
Às 10h40min, o Ibovespa avançava 0,77%, aos 85.569,72 pontos, enquanto os papéis PN do Bradesco destoavam de outras ações do setor e exibiam perda de 1,60%. Por outro lado, a ação da Cielo lidera os ganhos do índice à vista, antes da divulgação do balanço do quarto trimestre do ano passado.
Pouco antes do fechamento deste texto, o papel subia 2,53%. Conforme a Prévias Broadcast, a empresa deve apresentar resultados melhores, impulsionados, principalmente, pelo calendário de fim de ano em meio à melhora da atividade econômica e das vendas do varejo.