Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 20/02/2018. Alterada em 20/02 às 10h12min

Transporte público

Há mais ou menos três décadas que o transporte coletivo de Porto Alegre vem dando sinais de decadência e esgotamento. Sabemos que neste período algumas alternativas mirabolantes foram apresentadas e ou implementadas, como corredores, cartões de passagens, isenções (sem limites!) etc. Pouco foi feito nos itens eficiência e qualidade, ou no valor da tarifa conforme o percurso, por exemplo. Entendemos que chegou a hora de os empresários e o poder concedente sentarem à mesa e construírem uma nova matriz de transporte, um novo modal. Vamos discutir o metrô elevado, solução racional e possível para uma parceria entre empresários e governo, o próprio serviço de transporte atual se integraria e ganharia com isto. Chega de mágicas, a realidade está contrariando tudo o que está aí... (Marcelino Pogozelski)
Bandidagem
Está demais a presença de marginais em todas as cidades brasileiras. No Rio de Janeiro, soma-se a isso a corrupção nas fileiras policiais e está criado um ambiente mais do que propício à ação nefasta das quadrilhas. Além disso, com a crise pela qual o Brasil está passando, com desemprego em massa, muitos são levados à adesão ao narcotráfico, que rende muito dinheiro vivo e na hora. Mas, pouco se faz para alertar os viciados em drogas que são eles os maiores culpados pela criminalidade que assolam os morros cariocas. (Juarez Monteiro, Porto Alegre)
Música
Eleger como os melhores cantores do Brasil Anitta e Pablo Vittar é a prova do achincalhamento cultural pelo qual vive o País. Temos e tivemos, mais ainda, ótimos cantores. E não venham com a história de homofobia que, alguns deles, entre os antigos, eram homossexuais, mas suas vozes e músicas encantavam. (Paula de Castro e Souza, Porto Alegre)
Veraneio
O veraneio 2017/2018 no Estado está muito bom. Praias lotadas, do Quintão a Torres, movimentando o comércio e serviços em geral. Como é tradição, depois do Carnaval muitos deixam o Litoral Norte e o Litoral Sul, onde se sobressaem as praias do Laranjal e do Cassino, em Pelotas e Rio Grande, além de São Lourenço e Barra do Ribeiro. Mas, eu veraneio há anos em Torres e visito outras praias, está sendo muito boa a temporada. (Suely Vicenza, Torres/RS)
Finanças
Li no Jornal do Comércio, edição de 16/02/2018, que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) continua considerando os gastos com o funcionalismo em geral menores do que o que, comprovadamente, é gasto, aí não o conseguiremos fazer a adesão ao RRF com a União. Será o fim do Rio Grande do Sul. (Maria Rubillar, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia