Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Funcionalismo

Alterada em 30/01 às 21h22min

Governo do Estado quita salários de até R$ 2,7 mil nesta quarta-feira

Será paga integralmente a folha de 55,25% do funcionalismo

Será paga integralmente a folha de 55,25% do funcionalismo


LEANDRO OSÓRIO/PALÁCIO PIRATINI/JC
Os servidores do Poder Executivo do Rio Grande do Sul com rendimento líquido de até R$ 2,7 mil terão os salários de janeiro quitados hoje. A partir do ingresso do ICMS, o governo do Estado alcança o pagamento de maneira integral da folha para 55,25% do funcionalismo, o equivalente a 188.972 matrículas. Para atender a este primeiro grupo de funcionários, a Secretaria da Fazenda precisou reunir em caixa o total de R$ 323,3 milhões.
Os valores estarão disponíveis para saque já no início da manhã. Também hoje será feito o repasse referente à indenização pelo atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro, bem como o pagamento da primeira parcela do 13º salário de 2017 para todos os servidores, já com as correções. O pagamento de R$ 2,7 mil por matrícula contempla 59,72% do magistério, maior categoria do serviço público.
A Secretaria da Fazenda segue monitorando o ingresso de receita para definir os próximos pagamentos. A previsão é que todos os servidores vinculados ao Poder Executivo estejam com seus salários em dia até o próximo dia 16.
A parte líquida da folha do mês de janeiro fechou em R$ 1,174 bilhão (sem considerar as consignações bancárias).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia