Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

justiça

Alterada em 01/01 às 22h32min

Ex-governador do Amazonas volta a ser preso

Após passarem o réveillon presos na Superintendência da Polícia Federal de Manaus, o ex-governador do Amazonas José Melo (abril de 2014 a maio de 2017) e mais três ex-secretários deverão ser transferidos a um dos presídios do Estado na terça-feira (2). Eles são acusados de participar de esquema que desviou cerca de R$ 110 milhões da saúde no Amazonas, conforme desdobramento da Operação Maus Caminhos.
Os ex-secretários são o irmão de José Melo, Evandro de Oliveira Melo, que era da Administração, Afonso Lobo, da Fazenda, e Wilson Alecrim, da Saúde. O ex-secretário Pedro Elias, também da Saúde, se apresentou à PF nesta segunda, 1º de janeiro, e também será transferido.
A pedido do Ministério Público, a Justiça Federal determinou as prisões no dia 31 de dezembro para reverter decisão do juiz de plantão Ricardo Salles, que no dia 26 concedeu prisão domiciliar ao ex-governador e aos ex-secretários. Melo cumpre prisão temporária, com prazo de cinco dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia