Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 14 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 15/01/2018. Alterada em 14/01 às 21h27min

Instabilidade segue durante a maior parte da semana

Após um dia quente, Porto Alegre registrou chuva forte no final da tarde

Após um dia quente, Porto Alegre registrou chuva forte no final da tarde


CLAITON DORNELLES /JC
As chuvas fortes verificadas ontem em boa parte do Rio Grande do Sul devem se manter durante o dia de hoje. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a possibilidade de queda de granizo e rajadas de vento entre 60km/h e 90km/h, em especial no Norte e no Nordeste do Estado. Devem ocorrer pancadas de chuva em todas as regiões, e a previsão é de tempo fechado e trovoadas pelo menos até a próxima quinta-feira.
Em Porto Alegre, após um domingo de calor, a chuva veio no final da tarde, com trovoadas e momentos de forte intensidade. Segundo o Centro Integrado de Comando da Capital, o Centro da cidade registrava 5,20mm. Para hoje, a tendência é de mais pancadas de chuva na Capital, com possibilidade de trovoadas e rajadas de vento em pontos isolados. Amanhã, a instabilidade deve oferecer uma breve trégua, retornando a partir de quarta-feira. Para hoje, espera-se pouca oscilação de temperatura, com termômetros indo de 25 a 30 graus.
Ontem, a temperatura mínima registrada pelo Inmet no Estado foi em São José dos Ausentes, com 14,8 graus, e a máxima, de 34,2 graus, em Campo Bom. Em Porto Alegre, a temperatura ficou entre 22,4 e 32,2 graus.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia