Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Notícia da edição impressa de 09/01/2018. Alterada em 08/01 às 22h27min

Odorico Roman se desliga do futebol gremista

Odorico participou da apresentação de Paulo Miranda e Thaciano

Odorico participou da apresentação de Paulo Miranda e Thaciano


/GRÊMIO OFICIAL/DIVULGAÇÃO/JC
A apresentação de reforços foi a última ação de Odorico Roman à frente da vice-presidência de futebol do Grêmio. No final da tarde de ontem, através de uma nota oficial no site, o clube informou a saída do dirigente, que permanece no departamento até que um novo nome seja escolhido e anunciado.
Odorico justificou sua saída por decisões pessoais e familiares e que já havia comunicado o presidente Romildo Bolzan Júnior, justificando inclusive a sua ausência do sorteio dos grupos da Libertadores da América, em Assunção, no Paraguai. O diretor de futebol Saul Berdichevski também está deixando o cargo.
Ontem, Odorico apresentou oficialmente os primeiros reforços para a atual temporada: o zagueiro Paulo Miranda e o meia-atacante Thaciano. O defensor vindo do Red Bull Salzburg, da Áustria, já na primeira resposta cometeu uma grande gafe, trocando o nome do atual clube pelo do maior rival.
Ao ser questionado sobre como seria disputar posição com o argentino Kannemann e com Pedro Geromel, destaques do time na conquista da Copa Libertadores, o zagueiro escorregou. "A defesa do Inter é uma das melhores do mundo. Mas estou preparado, sei da responsabilidade que vai ser, mas procuro durante o treinamento desempenhar um bom rendimento", disse. Alertado sobre o erro, ele logo emendou: "Desculpem pela falha".
Sobre a concorrência com os zagueiros, Paulo Miranda lembrou os tempos de São Paulo e se colocou à disposição para atuar na lateral-direita. "Em 2012, joguei de lateral no São Paulo e fui muito bem. Todo mundo sabe que sou zagueiro, mas, se o professor precisar, estou à disposição", comentou.
Já Thaciano, vindo do Boa Esporte, onde se destacou na Série B, sendo artilheiro com 10 gols, projetou uma temporada ainda mais vitoriosa ao Grêmio em 2018. "Quando cheguei, fui muito bem recebido, todos os funcionários já sabiam o meu nome, alguns torcedores na rua também. Quero vestir essa camisa e dar o meu máximo porque essa torcida gosta disso e vai abraçar esse grupo vitorioso. Quero ajudar para conquistarmos ainda mais coisas neste ano", afirmou o meia-atacante de 22 anos.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia