Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Recall

Notícia da edição impressa de 23/01/2018. Alterada em 22/01 às 20h53min

Honda faz recall de 86,5 mil unidades de Fit e City por problema no air bag

Recall abrange 86.516 automóveis em circulação no Brasil

Recall abrange 86.516 automóveis em circulação no Brasil


HONDA/DIVULGAÇÃO/JC
Proprietários dos modelos Honda Fit e City fabricados entre 2012 e 2013 já podem agendar a troca do insuflador dos air bags. Segundo a empresa, o recall abrange 86.516 automóveis em circulação no Brasil.
A peça defeituosa, fabricada pela japonesa Takata, é pivô do megarrecall global da empresa iniciado em 2010 - o maior da história da indústria automotiva, envolvendo mais de 30 milhões de veículos. A Takata pediu recuperação judicial em junho de 2017.
O defeito de fabricação no insuflador pode levar à explosão da bolsa inflável e projetar pedaços de metal contra motoristas e passageiros. Acidentes relacionados ao problema no mundo levaram à morte de 19 pessoas, deixando outras 200 feridas. Não há vítimas no Brasil. No País, 16 fabricantes já anunciaram recall por causa do defeito, o que totaliza quase 3 milhões de unidades. Somente a Honda foi responsável pelo recall de 1.391.187 unidades. No Brasil, agendamento e consulta à necessidade do reparo devem ser feitos no site da empresa ou pelo telefone 0800-701-3432.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia