Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Conjuntura internacional

18/01/2018 - 14h02min. Alterada em 18/01 às 14h26min

Reino Unido concorda em pagar US$ 62 milhões a França para manter acordo na fronteira

O Reino Unido irá pagar 44,5 milhões de libras esterlinas (US$ 62 milhões) para apoiar as missões militares da França e a segurança na fronteira entre os países, em uma medida que visa fortalecer as relações após a decisão britânica de sair da União Europeia (UE), o Brexit.
A premiê do Reino Unido, Theresa May, se reuniu com o presidente da França, Emmanuel Mácron nesta quinta-feira em Londres, para fortalecer os laços de segurança e de Inteligência entre os países vizinhos.
May ofereceu financiamento para ajudar a França a manter um acordo entre os países que colocou barreiras de controle imigratório em Calais, no lado francês do Canal Inglês. A cidade se tornou um ponto para a chegada de imigrantes que sonham em morar no Reino Unido. Segundo o acordo, a França deve impedir a entrada desses imigrantes no país vizinho.
Segundo a premiê britânica, a reunião bilateral "destaca que permanecemos comprometidos em defender nosso povo e promover nossos valores como democracias liberais para lidar com qualquer ameaça, sejam domésticas ou no exterior". 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia