Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

Notícia da edição impressa de 15/01/2018. Alterada em 15/01 às 12h46min

Tela de LED possibilita interatividade em calçado

Ideia surgiu da observação do comportamento infantil, explica Camila

Ideia surgiu da observação do comportamento infantil, explica Camila


CALÇADOS BIBI/DIVULGAÇÃO/JC
Patricia Knebel
Nativas digitais, as crianças agora podem carregar nos pés uma tela de LED customizável. A Calçados Bibi, de Parobé (RS), desenvolveu o Display Bibi, um calçado com uma tela na qual os pequenos de cinco a nove anos podem escrever ou desenhar o que quiserem. Vale desde colocar uma homenagem para a professora que está de aniversário, comemorar a vitória do seu time preferido ou, simplesmente, escrever o seu nome.
Para isso, basta baixar no computador um programa para desenhar ou escrever e transmitir para o calçado via cabo USB. Para quem optar por não deixar nenhuma mensagem personalizada, o calçado possui diferentes interações de luz. A primeira versão foi lançada em setembro de 2017. No próximo mês, a Bibi Calçados se prepara para colocar no mercado o Display Bibi em novos modelos, como tênis.
A diretora de marketing e produto da Calçados Bibi, Camila Kohlrausch, comenta que a ideia deste produto veio naturalmente, a partir das observações que a empresa costuma fazer do comportamento do público infantil. "O nosso desafio de inovação está muito alinhado ao conceito de desenvolver produtos que contribuam com o desenvolvimento da criança. Que ela possa interagir e customizar", explica.
Foram dois anos trabalhando nesse projeto. Um dos primeiros desafios foi conseguir uma tela de LED de tamanho reduzido e com uma certa flexibilidade para aguentar os movimento diários das crianças, como ao mexer o pé, e durabilidade para aguentar alguns impactos. Ainda assim, é preciso ter alguns cuidados, como o de não mergulhar na água, por exemplo. Outro foco da atenção foi chegar a um preço final que não fosse inviável para um calçado para criança - o primeiro modelo do Display Bibi lançado custa R$ 349,00. "Trabalhamos em cima desses pilares e os resultados foram muito positivos. A inovação faz parte da nossa estratégia", afirma Camila.
A Calçados Bibi é referência no mercado de calçados infantis e tem fábricas em Parobé e em Cruz das Almas (BA). A empresa produz cerca de 2,6 milhões de pares ao ano e está presente em mais de 70 países nos cinco continentes. No Brasil, são cerca de 3 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 90 lojas.

Aceleradora seleciona empresa para iniciativa de saúde

A Health Angels, aceleradora de startups especialista em tecnologia para o setor de saúde básica, selecionou a Inbep, startup de educação profissional, para uma parceria voltada à capacitação de profissionais da área da saúde.
A jovem empresa lança mão de cursos on-line e presenciais para prestar serviços de educação na segurança do trabalho, e já atende profissionais de diversas indústrias há cinco anos. Com a parceria com a Health Angels, passará a atuar também no mercado de educação para saúde.
"O setor de saúde tem um grande potencial, e os profissionais estão sempre se atualizando e buscando se qualificar. Com essa parceria, poderemos levar know how de saúde aos nossos alunos, além de oferecer network e oportunidades", afirma o diretor do Inbep, Tiago Maciel. A expectativa é de capacitar mais de cinco mil alunos no segmento.
Pelo modelo de negócios adotado, a aceleradora vai criar uma joint-venture com a startup, de forma a apoiar o seu crescimento. "O apoio de uma aceleradora ou de um investidor anjo ajuda a equacionar determinadas carências, como a montagem de uma equipe qualificada que facilite o acesso ao mercado", explica o diretor da aceleradora, Antônio Francisco Nascimento.
Para abrir caminho para mais empresas inovadoras, a Health Angels deu início a um processo para eleger startups e desenvolver negócios com base nesse novo modelo de parceria.
Os interessados em participar devem realizar a inscrição no site www.healthangels.com.br/inscricao.php até o dia 31 de janeiro de 2018. Mais informações podem ser encontradas no www.healthangels.com.br.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia